FAMOSOS

Rafa Kalimann comenta críticas sobre trabalho: "Foi minha primeira experiência"

Rafa Kalimann recebeu feedback negativo ao apresentar o "Casa Kalimann"

Ex-BBB falou, ainda, sobre suposto affair com o ator João Vicente de Castro - Foto: Reprodução / Instagram @rafakalimann
Ex-BBB falou, ainda, sobre suposto affair com o ator João Vicente de Castro - Foto: Reprodução / Instagram @rafakalimann

Redação Publicado em 04/05/2022, às 08h48

Rafa Kalimann relembrou as críticas que recebeu ao apresentar o programa Casa Kalimann, além de fazer um balanço após comandar o Bate-papo BBB, em conversa à coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

Kalimann diz ter saído feliz com o seu trabalho no novo quadro: "O bate-papo ficou por muitas semanas no primeiro lugar entre os programas mais vistos no Globoplay, o que atesta o sucesso do formato. Eu me preparei bastante, não só com o time de preparadores da Globo, mas também acompanhando o "BBB" o tempo todo para estar a par de tudo o que se passava dentro da casa e estudando o comportamento de cada um dos participantes."

"Eu conseguia perceber quem estava jogando de fato, quem estava mascarando o jogo e quem estava sendo aberto e transparente. Atendi às expectativas da direção, segundo me disseram, e pude sentir a minha evolução a cada programa. Entreguei com muita dedicação", conta.



A ex-BBB admite que, agora, sente-se mais segura para comandar um programa, mas mantendo o foco em outras possibilidades de trabalho. Ela relembra, também, as críticas que recebeu quando apresentou o Casa Kalimann, além do feedback negativo do público. Em um vídeo, Rafa diz que o programa foi sua primeira experiência:

"Foi a minha primeira experiência. Acho que eu ainda não tinha absorvido a concepção do programa nem me preparado internamente quando fomos para o estúdio gravar. Foi tudo muito rápido. Fiquei presa ao teleprompter e ao mesmo tempo com medo de cometer erros, então, creio que isso tirou muito da minha espontaneidade. Gravamos todos os programas de uma vez, em apenas uma semana, então nem tive tempo de aprender com os próprios erros. Ao contrário do "BBB", que foi totalmente diferente."

Ela prosseguiu: "Eu fazia o programa ao vivo e, no dia seguinte, assistia a tudo de novo, anotando as coisas que funcionaram ou não, para que no programa seguinte eu pudesse estar melhor. Eu disse que não foi bom para o público, mas eu viveria tudo novamente. Para chegar a algum lugar precisamos vivenciar as experiências e absorver o melhor delas. Apesar das duras críticas, eu pude dar muitas risadas". Ela também lamentou as cobranças que recebe, tanto em relação a sua aparência, quanto em sua vida pessoal. "A pressão não é apenas comigo, mas com todas as mulheres. Somos constantemente cobradas a nos encaixarmos em padrões impostos por uma sociedade patriarcal."

"Quando a gente aborda o assunto, seja sobre ser solteira, namorar livremente, querer ou não ter filhos, casar ou não, já vêm críticas e cobranças, inclusive de outras mulheres, sem que elas se deem conta de que isso é machismo estrutural. Já disse e repetirei sempre que precisar: sou uma mulher livre e faço da minha vida e do meu corpo o que eu desejar para me sentir bem. Posso viver relacionamentos sem precisar que eles sejam rotulados, posso só estar conhecendo alguém legal ou posso me sentir completamente feliz por não estar com ninguém", explicou. 

Questionada sobre suposta "amizade colorida" com João Vicente de Castro, ela se diverte: "Amizade colorida? (risos) João é um homem incrível, inteligente, simpático e gato. Confiamos um no outro e temos uma amizade linda. Estão colocando uma “pressãozinha” para algo que não precisam colocar. No momento, não estou em nenhum relacionamento", finalizou.

Comentários