FAMOSOS

Rodrigo Santoro fala sobre rótulo de galã: "Não me incomoda"

Ator ainda comentou sobre voltar às novelas e a importância de "Hilda Furacão" na carreira

Rodrigo disse ainda acreditar que é possível fazer personagens que sejam vistos como galãs - Reprodução/@Victor Pollak/Globo
Rodrigo disse ainda acreditar que é possível fazer personagens que sejam vistos como galãs - Reprodução/@Victor Pollak/Globo

Redação Publicado em 04/08/2021, às 08h43

Rodrigo Santoro, 45 anos, conhecido por ser galã desde mais novo na TV, falou sobre o tema, afirmando que não se incomoda com o estereótipo e relembrou a importância de "Hilda Furacão" em sua carreira. 

Rodrigo se lembra de quando recebeu o convite de Wolf Maya para trabalhar na trama: "Lembro de pensar que era uma minissérie, algo que todos nós atores queríamos fazer naquele momento. Mas acima de tudo, a personagem era extremamente desafiadora e interessante", disse ao Gshow.

"Até então, o estigma do galã era bastante forte e era muito difícil ter a oportunidade de expressar personagens diferentes daquele estereótipo". Ao falar sobre "ser galã", o ator pesquisou a definição para o termo na internet:

"Em produções dramáticas, o principal papel masculino, de caráter romântico. Sinceramente, este estereótipo não me incomoda. De acordo com esta definição, acredito que seja perfeitamente possível fazer uma personagem que seja visto como galã, mas que ao mesmo tempo tenha profundidade, conflitos, enfim, que seja interessante e humanizado."

Rodrigo ainda se lembrou sobre seus questionamentos internos ao gravar a obra de Wolf: "Foi um momento de muita introspecção, que me ensinou sobre quem eu era, sobre o meu eu interior", garantiu. 

Comentários