FAMOSOS

MC VK se pronuncia após ser inocentado na morte de MC Kevin: "Peso absurdo"

MC VK compartilhou vídeos em suas rede sociais para comentar sobre o caso

MC VK se pronuncia após ser inocentado na morte de MC Kevin - Foto: Reprodução / Instagram @mcvk.oficial
MC VK se pronuncia após ser inocentado na morte de MC Kevin - Foto: Reprodução / Instagram @mcvk.oficial

Redação Publicado em 07/12/2021, às 13h24

O funkeiro MC VK, que estava presente no dia da morte de MC Kevin, quando o cantor caiu do quinto andar de um hotel no Rio de Janeiro, usou seu Instagram nesta terça-feira (07/12) para anunciar que foi inocentado no caso que envolve a morte do amigo, explicando que irá conversar com a mãe de Kevin.

"Estou aqui na maior humildade, às vezes nem sabendo me expressar direito, mas eu sei que eu tenho essa missão. Tudo o que eu passei, não quero me vitimizar, mas mexeu com o meu racional, meu emocional", começou nos Stories de seu Instagram.

Foi um peso absurdo que eu tive que me calar porque eu não ia ter credibilidade, não ia ter voz ativa, ninguém ia acreditar em mim. Tive que esperar na justiça de Deus e na justiça do homem que provou pela investigação, pela perícia que eu não tive participação de nada do acontecido.

Ele prosseguiu: "E em cima do acontecido, eu não vi o que aconteceu! Do fundo do meu coração, eu não vi. As pessoas queriam que eu explicasse o que eu não tinha entendido. Falaram que eu mandei um áudio depois, nada a ver. Teve testemunha falsa, nunca pisou no Brasil. O que mandei mal mesmo foi não ter falado com a mãe dele".

Em seguida, o funkeiro afirmou que pretende conversar com a mãe de MC Kevin pessoalmente. "Não falei com a mãe dele até hoje por sofrer ameaças. Foi muita bagunça. Deixei o celular na delegacia, vim para São Paulo, fiquei na casa de um amigo.

"A noite virava dia, minha mente ficou maluca. Eu peço desculpas para a mãe dele, quero falar olhando no olho dela, pedir perdão, ouvir o que ela tem para falar. Tirar esse peso nela e dentro de mim", continuou.

Em seguida, fez menção a Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, sem citá-la diretamente. "Eu não quis bater de frente, não me expus, porque quem eu devo satisfação é pra tia. Quem eu quero ver pessoalmente, olhar no olho e falar tudo que aconteceu detalhadamente, do jeito que ela quer ouvir, é a tia. Pra ela eu devo satisfação, um abraço, muito coisa, pelo amor que o filho sentia por mim e pelo amor que eu sentia pelo filho dela, que era de sinceridade", finalizou.

Entenda o caso

Kevin Nascimento Bueno, conhecido como MC Kevin, morreu na noite do dia 16 de maio após sofrer um grave acidente em um hotel na orla da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

A informação da morte do funkeiro foi confirmada pela Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro. Ele caiu do 5º andar do prédio, e foi socorrido ainda com vida, mas não resistiu aos ferimentos. Ele tinha 23 anos.

De acordo com informações prestadas pelo Corpo de Bombeiros, Kevin caiu da sacada de seu quarto no hotel por volta das 18h. Ele foi levado ao hospital Miguel Couto, na Gávea, em estado gravíssimo.

MC Kevin estava na cidade para se apresentar em uma balada -- o que não era permitido por conta das regras de distanciamento social, provocadas pela pandemia do novo coronavírus. Ele estava acompanhado da mulher, Deolane Bezerra, com quem se casou em abril deste ano, no México.

No dia seguinte, Deolane contou no Instagram que ela e o funkeiro “tinham pressa para serem felizes”. Na rede social, a advogada compartilhou uma foto do casamento dos dois, e disse que “esperou 33 anos para ser feliz”, referindo-se ao período que conheceu o artista.

No mesmo dia, um áudio que viralizou nas redes sociais mostrava um amigo de MC Kevin repetindo a frase “não foi por mal, não foi por mal” ao lado do corpo do funkeiro, enquanto aguardava a chegada da ambulância e dos paramédicos, o que começou a levantar suspeitas do que havia realmente acontecido.

MC VK, que estava com ele no dia em que o funkeiro caiu do quinto andar de um hotel localizado no Rio de Janeiro, voltou a se pronunciar dias depois em sua conta no Instagram sobre as ameaças e ataques que vem sofrendo em suas redes sociais por ser acusado de incentivar Kevin a pular da varanda.

"Estou chegando aqui humildemente para quem não 'tacou pedra', para quem não julgou sem saber. E eu quero que todo mundo que nunca colou do nosso lado, do meu lado e do lado do Kevin, que não sabia do nosso dia, que não sabia do nosso vínculo, que não sabia como era nossa rotina, quero que todo mundo vai se fud*. Querendo dar pondo de vista sem saber como se passava a nossa rotina, a nossa vida… Nem sabe o que se passa, sabe nem o que a gente fez no nosso dia a dia, sabe nem quantas vezes a gente já sofreu… Poucas ideias para vocês. Minha única satisfação que eu tenho que dar é para família dele e para quem sabia quem era o Kevin de verdade. Porque quem sabia quem era Kevin de verdade sabia que a gente tinha um vículo forte", desabafou MC VK.

Na semana seguinte à morte, Deolane usou seu perfil no Instagram para contestar supostas conversas entre a acompanhante de luxo que estava com o funkeiro na noite de sua morte, Bianca Dominguez, e um amigo dele, no WhatsApp e que vieram a público.

Nas conversas, a acompanhante dá detalhes sobre o ocorrido na noite em que o cantor caiu da sacada do quinto andar de um hotel na Barra da Tijuca.

"Aí, ele falou, 'pô, sujou, tá vindo gente aí'. Aí, o VK [amigo de Kevin, que também estava na suíte na noite do acidente] falou para ele: 'pô, Kevin, melhor você sair fora, então'. E, aí, eles foram, assim, para o canto, porque a suíte tinha a parte da entrada, banheiro, quarto e a sacada. Aí, ele falou: 'pô, melhor sair fora, Kevin, antes que suje'. Só que, ao invés de ele sair pela porta, ele foi saindo pela sacada. Aí, ele me chamou, me puxou no braço, falou comigo, que queria ficar comigo e tal, e os dois continuaram falando dentro do quarto. E, aí, no que fui prestar atenção na conversa, olhei e ele já estava pendurado", é o que teria sido dito no suposto áudio.

Comentários