FAMOSOS

Luciana Gimenez desabafa ao relembrar perseguição durante gravidez: "Um inferno"

Luciana Gimenez estampou mais de 500 capas de revistas ao anunciar gravidez de Lucas Jagger

Lucas Jagger é fruto de antigo relacionamento de Gimenez e Mick Jagger - Reprodução / Instagram
Lucas Jagger é fruto de antigo relacionamento de Gimenez e Mick Jagger - Reprodução / Instagram

Redação Publicado em 07/01/2022, às 10h36

Luciana Gimenez fez um desabafo ao relembrar, mais uma vez, o assédio sofrido pelo público e a imprensa ao anunciar a gravidez de Lucas Jagger, fruto de seu antigo relacionamento com Mick Jagger, em conversa com Ana Hickmann

Na entrevista, a apresentadora detalhou a situação complicada em que esteve: "Saí em mais de quinhentas capas de jornais e revistas. Foi um inferno na vida. Me perseguiram na Austrália. Passei dois meses lá e voltei para Nova York. Cheguei e estavam lá. Eu criei o Lucas sozinha. O Mick é muito presente, mas não estava aqui no dia a dia", disse. 

Gimenez explicou, ainda, que chorou ao descobrir a gestação, ressaltando ter sido um momento delicado e difícil: "Apesar de estar saindo com o Mick, a gente não estava planejando ter um filho. Foi muito difícil lidar com isso, até por saber que isso ia ser difícil para ele, também. Eu era muito nova, estava sozinha, morava em Londres. Foi um baque. Até hoje vivo alguns resquícios disso. As pessoas se sentem no direito de falar o que querem, jogar pedra."

 

Luciana prosseguiu: "Tomei uma decisão, quando engravidei, de não rebater notícias. Mas é um preço caro, porque você vê os maiores absurdos na internet e não fala nada. Não sei como Lucas cresceu tão calmo. Tudo o que podia acontecer, aconteceu. Cheguei na Austrália, depois de trinta horas de viagem, e cheguei lá e os fotógrafos estavam lá. Foi uma perseguição absurda. Descobriram o sexo da criança, todo mundo levou o coitado do Mick à loucura. Eu estava grávida e, ao mesmo tempo, tinha que segurar o Mick".

Na época da gravidez, a imprensa inglesa chegou a especular sobre a motivação financeira da apresentadora para ter um filho com Jagger, vocalista do grupo The Rolling Stones. A artista diz que já trabalhava desde mais nova, o que não foi motivo para que engravidasse do astro do rock: "Nunca ganhei dinheiro de homem. Trabalho desde cedo, essa era a minha motivação, ter meu dinheiro com o meu nome. Fazia evento com treze anos, era modelo. Eu tenho essa meta na vida, quero ganhar dinheiro e parecer uma velha rica para nunca precisar de ninguém". Lucas, no entanto, nunca se queixou da separação dos pais e cresceu em um ambiente normal e tranquilo.

"Lucas teve uma criação muito privilegiada. Ele teve uma vida que não teve briga. Não teve brigação, estresse. Da hora que ele nasceu até hoje, não sofreu divórcio, briga de pai e mãe, porque Mick e eu nunca brigamos. A gente viajava junto e levava o menino. O primeiro estresse da vida dele foi quando me separei do Marcelo, porque aí ele teve que viver com uma ruptura. Até então ele tinha vivido em contos de fadas. Mick é um príncipe, ele não grita, eu também não. Lucas era bonzinho, sempre foi tudo ótimo", garantiu. 

A apresentadora afirma ter protegido o filho da mídia o máximo que pôde até ele completar 18 anos: "Ninguém tinha acesso a ele. Ele não fazia propagandas, nunca ganhei dinheiro com ele em nada. Nunca aceitei", finalizou ela, que também é mãe de Lorenzo, de 10 anos, de seu casamento com Marcelo de Carvalho

Comentários