FAMOSOS

Tania Khalill fala sobre se reinventar nos Estados Unidos: "Escolha pessoal"

Tania Khalill se mudou com o marido e as filhas para os Estados Unidos em 2017

Atriz contou sobre a decisão de ir embora do Brasil para "viver coisas novas" - Reprodução / Instagram @taniakhalill
Atriz contou sobre a decisão de ir embora do Brasil para "viver coisas novas" - Reprodução / Instagram @taniakhalill

Redação Publicado em 05/10/2021, às 11h33

Tania Khalill falou sobre a decisão de se mudar para os Estados Unidos com a família e se reinventar, afirmando que seu desejo era "propor a viver coisas novas", convite feito pelo seu marido, Jair Oliveira.  

Em conversa com a Quem, a atriz diz que querer se reinventar superou qualquer sentimento: "Foi uma escolha vir para os Estados Unidos e nos propor a viver novas coisas. Um convite que o Jair me fazia desde o dia em que eu o conheci, quando tinha 23 anos. Eu não via esse espaço e, de repente, vi minha filha Isabella com 10 anos, eu com 40 e pensei que só tinha trabalhado em uma ponte aérea incessante ou no teatro viajando."

Ela prosseguiu: "Me propus a viver coisas novas, porque via que a minha essência de canceriana, emotiva que sou eu, precisaria ocupar esse palco da minha vida pessoal, porque isso estava me fazendo falta. A gente nunca faz uma escolha sem deixar um outro aspecto. Toda escolha há uma concessão e a minha concessão foi muito maravilhosa, deixar a minha família, deixar uma carreira, deixar o projeto dos Grandes Pequeninos no auge."

"A gente estava fazendo turnê no Brasil inteiro com teatros lotados, um programa no Discovery Kids. Foi uma escolha pessoal. Esse medo de impactar a carreira de atriz existe todo dia que estou aqui, porque eu perco ou deixo de ter grandes oportunidades no Brasil, mas meu objetivo é me reinventar", disse. Tania conseguiu trabalhar no exterior como atriz, e em 2019, ela conseguiu fazer uma participação na minissérie Mrs. Fletcher, além de entrar para o sindicato de atores local. 

"Aqui nos Estados Unidos, como atriz brasileira, os desafios são imensos. Levei muito tempo para entender como a questão de você ser residente é fundamental. O visto de trabalho aqui não funciona para te lançar espaços de grandes produções", explicou. 

Comentários