Cenapop
FAMOSOS

Solange Cousseau revela namoro com Sandra de Sá nos anos 90: “Me ensinou muito”

Atriz e modelo contou que é amiga da cantora até hoje

Solange Cousseau contou que namorou Sandra de Sá nos anos 90
Solange Cousseau contou que namorou Sandra de Sá nos anos 90 - Foto: Reprodução/ YouTube@ClubeDaVIP

Redação Publicado em 05/03/2021, às 09h52

Atriz e modelo muito cobiçada nos anos 90, Solange Cousseau, de 51 anos – que participou de novelas como Mico Preto (1990) e Vamp (1991) –, revelou que namorou a cantora Sandra de Sá, hoje com 65 anos.

Capas das principais revistas de moda na época, ela também estampou as capas da Playboy e da Sexy – nesta última, foi anunciada como “a lésbica dos anos 2000”.

“Amo a Sandra. Ela foi um anjo na minha vida, me ensinou muito coisa e tem um coração gigante. Na época, ela era bem mais velha do que eu… Hoje a gente está igual. Ela é uma pessoa livre, nunca escondeu nada de ninguém [...] a gente se dava muito bem. Fiquei um tempo com a Sandra, sim. Depois cada uma foi para o seu canto, mas somos amigas até hoje”, revelou ela, a Lucas Hit, do Clube da VIP.

“A Sandra é uma pessoa que eu tenho imenso respeito. Como artista e como pessoa”, continuou.

Suposto caso com Marina Lima 

No bate-papo, Solange aproveitou para esclarecer boatos sobre um suposto namoro com a cantora Marina Lima.

“É verdade, ele fez uma música, mas não diria que fez para mim. Tem uma música que ela fez com meu nome. Na época, a imprensa disse que foi para mim. Atuei em um clipe com ela no qual ela fica me olhando e o povo começou a falar. Nós ficamos amigas, criamos uma intimidade de amizade. Ela ia na minha casa, eu ia na dela. Ia na casa dela com a Sandra. Não existiu nada de fato. Nunca teve nada. Foi a imprensa que criou. Ela tinha mulher e para mim foi constrangedor”, garantiu.

Capa da Playboy e rótulo de lésbica na Sexy

Capa da Playboy em 1988, Solange contou que teve dificuldade para tirar a roupa diante da câmera. 

“Essa Playboy tem uma história bastante louca. A fotógrafa que fez essa foi a Marcia Ramalho é maravilhosa. Fui convidada para posar nua, para ser capa, mas na época havia preconceito com quem posava pelada, ainda mais na moda. Naquela época, modelo era vista como puta. Não senti preconceito nenhum comigo. Mas vi acontecer com as pessoas”, explicou.

“Que dificuldade de ficar pelada na frente dos outros com 18 anos. Eu fiz, era para ser a capa, estava tudo direitinho. A Luma de Oliveira ganhou um prêmio no Japão, e eu perdi a capa para ela. Para mim tudo bem, porque meu cachê já estava pago. Saí em uma chamadinha”, explicou.

Em 1995, Solange estampou a capa da Sexy. A revista chegou às bancas de todo o país com o rótulo “Lésbica do ano 2000”: “Essa chamada foi à frente do tempo. Eu tinha dito que gostava de homens e mulheres. E a revista foi assim”, comentou.

Comentários