Cenapop
FAMOSOS

Lily Allen revela que sofreu com vício em drogas e álcool durante turnê apoiando Miley Cyrus

Lily Allen
Lily Allen - Reprodução/Instagram@lilyallen

Redação Publicado em 14/01/2021, às 13h55

Lily Allen revelou que, durante a turnê em que acompanhou Miley Cyrus, ela desenvolveu um vício em drogas para emagrecer e álcool, segundo o Daily Mail.

Em 2014, a cantora participou de uma turnê acompanhando Miley pelas Américas, Europa e Oceania. Na época, ela se sentia mal com seu corpo, pois se comparava à Cyrus, e cogitou começar a usar heroína.

"Tive duas gestações bem-sucedidas e, cerca de seis meses depois que meu filho mais novo nasceu, ficamos sem dinheiro, e tive que voltar a me apresentar novamente. Mas eu pesava 88,9 quilos e não me sentia nem um pouco como uma estrela pop", contou Lily.

Ela conta que começou a usar drogas ilícitas para tentar emagrecer: "Fiquei viciada nela, porque ela fazia com que eu me sentisse invencível. Daí eu acabei apoiando a Miley Cyrus em uma turnê na América. Foi quando ela estava fazendo a música 'Wrecking Ball' – foi uma turnê altamente sexualizada. Eu tinha acabado de passar os últimos três anos empurrando bebês para fora. Não poderia me sentir menos [sexy]. Eu nunca havia apoiado ninguém [em turnês]..."

Ela continua o relato: "eu estava entrando novamente nessa fase de ser uma estrela pop, mas não estava mais fazendo isso nos meus termos. Eu estava apoiando uma garota que era muito mais jovem e mais atraente do que eu, pelo que eu sentia."

Lily conta quando começou a abusar do álcool: "Percebi que estava levantando de manhã e engolindo mini garrafas de vodca, uísque ou o que quer que tivesse sobrado. Sem as drogas... Eu estava pensando: 'acho que tenho um problema com a bebida. E nenhuma dessas atuações está funcionando mais. Talvez eu deva experimentar heroína'."

A cantora percebeu que tinha um problema e procurou ajuda: "Eu estava em uma cena na qual via o que acontece com pessoas que usam heroína. Quando aquele pensamento surgiu na minha cabeça, era hora de confrontar meus demônios. Isso foi há cerca de cinco anos. E comecei a me recuperar."

Comentários