FAMOSOS

Lázaro Ramos finaliza obra para adolescentes e lança dois livros infantis

Ator usou a pandemia da Covid-19 para poder se envolver mais no mundo literário

Trabalhos recentes do ator são 'O Pulo do Coelho' e seu primeiro texto literário de 2010, 'Edith e a Velha Sentada'
Trabalhos recentes do ator são 'O Pulo do Coelho' e seu primeiro texto literário de 2010, 'Edith e a Velha Sentada' - Reprodução/Instagram

Redação Publicado em 27/05/2021, às 10h04

O ator, apresentador e diretor Lázaro Ramos tem se envolvido cada vez mais no mundo literário e, atualmente, finalizou uma obra para adolescentes e lançou dois livros infantis. O ator contou sobre a alegria de levar suas histórias às crianças. 

Trabalhos recentes do ator são 'O Pulo do Coelho' e seu primeiro texto literário de 2010, 'Edith e a Velha Sentada', ambos voltados para o público mirim. Em conversa com o Gshow, ele explica: "A minha alegria se multiplica por levar para as nossas crianças duas histórias cheias de humor e de afeto, como sempre gosto de escrever: plantando sementes pra gente cuidar dos nossos pequenos para que eles cresçam adultos plenos e felizes". O ator conta que sua inspiração está em casa, os filhos João Vicente, 9, e Maria Antônia, 6 anos, frutos de se casamento com a atriz Taís Araujo.

"Eu não sabia que escrevia para crianças, eu escrevia para me comunicar comigo mesmo, não mostrava a ninguém, até que um dia, voltando para Salvador, tive a coragem de mostrar os textos a uns amigos que logo me disseram que aquilo era teatro infantil. Eu montei o espetáculo e comecei a escrever os livros. Acho que escrevia para o menino que eu fui e, depois que me tornei pai, comecei a me inspirar nos meus filhos, na minha relação com eles".

Por conta da pandemia da Covid-19, Lázaro passou mais tempo em casa, com maior contato com a família, que o fez mergulhar nas histórias e contar às crianças sobre os acontecimentos do cotidiano. Os dois livros são baseados tanto na observação de seus filhos quanto nos filhos dos outros: "Nesse período de pandemia contemplei assuntos que estão no nosso dia a dia, como por exemplo o excesso de tempo na frente do celular e videogame."

Ele prosseguiu: "A Velha Sentada trata de equilíbrio e procurei mostrar aos pequenos o quanto é importante saber dosar. Em O Pulo do Coelho faço uma analogia do confinamento do coelho na cartola com o confinamento em que estamos vivendo, tudo de uma forma bem-humorada e lúdica". Além disso, ele decidiu retribuir os filhos com seus próprios livros, como 'Caderno de Rimas do João' e 'Caderno Sem Rimas da Maria', baseados em histórias vivenciadas com os dois. Ele revelou que João sempre o questionou muito, sem conseguir responder, foi criando rimas.

Com Maria, ele escreveu a pedidos do primogênito: "João e Maria têm o hábito da leitura muito presente. Eu e Taís sempre os incentivamos dando o exemplo. Eles curtem muito e eu fico orgulhoso. Teve uma época em que o João trocava qualquer coisa por um livro, agora na pandemia isso está mais difícil. Eles entendem a leitura como prazer e não como obrigação. Eles são expansivos, criativos, conversam, e essas conversas são inspiradoras para mim. Eu bebo muito na fonte da observação que tenho deles e do que gostaria que se tornassem na vida adulta."

"Planto alguns assuntos que lhes dão suporte para que sejam adultos saudáveis". Os livros ganharam outros formatos no projeto multimídia 'Viagens da Caixa Mágica', que divide com Heloisa Jorge e Jarbas Bittencourt além de incluir um álbum, show ao vivo e clipes multimídia para plataformas de streaming: "Eu nem os escrevo pensando somente em livros, já penso em peças, músicas, eles já nascem assim."

Ele revela que seus filhos são seus primeiros críticos: "Eles leem e dão ideias, opiniões, ficam ansiosos esperando os livros prontos, com ilustração. Mas a maior crítica que recebo é quando o livro chega e eles pedem para presentear os amigo", completou. 

Comentários