FAMOSOS

Ioan Gruffudd confirma separação após Alice Evans tê-lo acusado de apagar suas publicações sobre assunto

Atriz alegou que está sendo 'torturada psicologicamente' por Ioan

Astro de 'Quarteto Fantástico' confirmou a separação após tensão nas redes sociais
Astro de 'Quarteto Fantástico' confirmou a separação após tensão nas redes sociais - Reprodução/Instagram

Redação Publicado em 27/01/2021, às 10h24

O astro de 'Quarteto Fantástico', Ian Gruffudd confirmou o término de seu casamento que durou 13 anos com a atriz Alice Evans, segundo um comunicado publicado no site da revista People.

De acordo com o comunicado, ele afirmou: "Como vocês podem imaginar, esse é um momento incrivelmente difícil para a nossa família e continuamos comprometidos com as nossas crianças. Obrigado por respeitarem a nossa privacidade".

O ex-casal decidiu oficializar o divórcio após tensão nas redes sociais, no qual Alice alegou que Ioan apagou suas publicações falando sobre o assunto em seu perfil do Twitter. O término do casamento se tornou público após a atriz confirmar a separação nas redes sociais. "Notícia triste. O meu amado marido/companheiro por 20 anos, Ioan Gruffudd, informou que está deixando sua família na semana que vem. Eu e as nossas jovens filhas estamos muito confusas e tristes".

"Não recebemos nenhuma justificativa além dele dizer que ‘não me ama mais’. Sinto muito". A publicação acabou sendo apagada algumas horas depois de compartilhada. Alice voltou ao Twitter e acusou Ioan de ser o responsável por ter apagado o tweet. "Olá. Eu não apageu o tuíte de algumas horas atrás sobre ele nos deixar. Foi ele que apagou. Da minha conta. Com certeza estou sendo atacada e torturada psicologicamente. Então com certeza estou lavando a minha roupa suja em público". 

No entanto, novamente algumas horas depois, a publicação foi apagada e Alice decidiu não voltar a se pronunciar publicamente sobre a separação. Os dois são pais de duas meninas, uma de 11 e outra de 7, e começaram a namorar durante os bastidores de 'Os Dálmatas' (2000). 

Comentários