FAMOSOS

Fani Pacheco fala sobre vantagens da maturidade: "Estou mais adaptada"

Ex-BBB e estudante de Medicina refletiu sobre maturidade nas redes sociais

Fani disse que está mais adaptada ao modo que a vida se apresenta - Reprodução/Instagram
Fani disse que está mais adaptada ao modo que a vida se apresenta - Reprodução/Instagram

Redação Publicado em 13/05/2021, às 08h38

A ex-BBB e estudante de Medicina, Fani Pacheco, fez uma reflexão sobre as vantagens da maturidade nas redes sociais e compartilhou um trecho de uma entrevista dada para a revista Quem há um ano. 

Completando 38 anos no dia 24 de maio, ela escreveu em uma publicação feita em seu Instagram: "Como a Fani chega aos 37 anos? A Fani de hoje enxerga as pessoas como um todo e aceita seus valores e verdades mesmo que não sejam os mesmos que os dela. Hoje entendo que as pessoas são resultados de sua história. Não é pelo fato de terem crenças, atitudes e valores diferentes dos meus que elas merecem menos respeito e amor."

Ela prosseguiu: "A Fani de hoje é mais de bem com a vida e sem grandes ansiedades e urgência. Estou mais adaptada ao modo que a vida se apresenta. A Fani de agora é mais leve do que quando tinha 22 anos. A forma de ver a vida mudou. A vida está mais fácil de viver. Os problemas sempre vão existir, mas consegui chegar em um nível que não preciso dar peso a eles."

"Consigo olhar para o lado bom e com a visão otimista de que tudo se ajeita. É muito mais fácil viver assim. (Fani aos 37 e aos 38)", completou. 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Fani Pacheco (@fanipacheco)

 

Em fevereiro deste ano, a estudante estava estagiando em um hospital, vivenciando de perto os riscos da Covid-19. Diagnosticada com o vírus no ano passado, Fani testou positivo pela segunda vez este ano.

Ao Jornal Extra, Fani comentou sobre o primeiro diagnóstico: "Da primeira vez, tive medo de morrer. Além dos sintomas do coronavírus, tive pneumonia, fiquei bem mal. E foi no início da pandemia, as informações ainda eram controversas. Depois, fui tomando todos os cuidados, meus anticorpos foram baixando, fiquei não reagente."

Comentários