FAMOSOS

Elizabeth Savala venceu doença que a impediria de ser mãe: "Fui abençoada"

Elizabeth Savala realizou tratamento rigoroso contra toxoplasmose na pré-adolescência

Atriz revelou ser uma pessoa abençoada e de muita sorte - Reprodução/TV Globo
Atriz revelou ser uma pessoa abençoada e de muita sorte - Reprodução/TV Globo

Redação Publicado em 28/09/2021, às 09h49

Elizabeth Savala, 66 anos, contou sobre conseguir ser mãe após um rigoroso tratamento contra a toxoplasmose realizado durante sua pré-adolescência, que poderia impedi-la de engravidar. 

Mãe de Thiago, Diogo, e dos gêmeos Tadeu e Cyro Picchi, todos de seu primeiro casamento, Elizabeth explica: "Com 12 anos, eu descobri que não podia ter filhos porque tinha toxoplasmose. E tinha duas coisas que eu realmente queria ser na vida: mãe e atriz. Então, as duas são muito importantes", disse ao podcast Novela das 9

Ser mãe era um sonho muito sério. É uma coisa muito forte na minha vida e, para mim, foi muito legal. Quando você pode, escolhe se quer ou não. Quando não pode, aí é que você quer, porque o ser humano é desse jeito. Eu tive sorte, porque tive filhos maravilhosos. Era missão ter esses quatro homens, quatro pessoas especiais. Antes de filhos, eles são seres humanos muito especiais.

A atriz ainda contou sobre o tratamento que durou seis anos, entre os 12 e os 18 anos: "Era muito barra pesada naquela época. Era com sulfa (um tipo de antibiótico), muita sulfa. Uma loucura. Eu fui abençoada, sou uma pessoa de muita sorte. Algumas pessoas ficavam com problemas muito sérios na vista. Eu só vim a usar óculos com 54 anos por questão de vista cansada mesmo. Então, sou uma pessoa com muita sorte mesmo."

"Quando eu tinha 18 ou 19 anos, conheci através do meu marido uma religião, uma filosofia de vida, que foi a Igreja Messiânica, onde tem uma oração que chama-se Johrei", afirmou. Elizabeth diz acreditar que a fé a ajudou em seu processo de cura. "Eu estava muito cansada, meu fígado não aguentava mais de tanta sulfa, eu estava com gordura no fígado. Parei durante um bom tempo de tomar esse remédio, e comecei a receber Johrei. Aí fiquei grávida. Esqueci da toxoplasmose."

"Fui no médico correndo, e ele fez o exame: eu estava grávida mesmo e não tinha mais toxoplasmose. Não me pergunte como, se foi o Johrei. Eu acredito que sim, mas aí é uma crença muito pessoal. Consegui ser mãe de quatro pessoas super saudáveis, e uma das coisas da doença era essa: não poder ficar grávida porque abortaria ou poderia nascer uma criança com algum problema. Foi um grande presente que eu recebi da vida", completou.

Comentários