FAMOSOS

Ativista dos direitos LGBTQIA+ fará denúncia contra Anderson Leonardo por homofobia

Cantor do grupo Molejo deu uma entrevista no final de semana

Anderson Leonardo e Agripino Magalhães - Reprodução/Instagram@cantorandersonleonardo, @amagalhaes25
Anderson Leonardo e Agripino Magalhães - Reprodução/Instagram@cantorandersonleonardo, @amagalhaes25

Redação Publicado em 08/02/2021, às 08h00

O ativista dos direitos LGBTQIA+ Agripino Magalhães vai denunciar nessa segunda-feira (8/2) Anderson Leonardo, vocalista do grupo de pagode Molejo, por homofobia.

O músico participou de uma entrevista durante uma live nesse final de semana, com o jornalista Betho Cascardo, após Anderson prestar depoimento na 33ª Delegacia Policial de Realengo onde confirmou que participou de relações sexuais com MC Maylon em dezembro.

Anderson disse: "Comi? Comi. Estuprei? Não. Comi, com consenso. O veado (sic) estava colocando cada roupa colorida, aquele 'bagão' (sic) na frente, grande para c*ralho, e com o maior bundão. Eu falei: 'Compadre, vou botar no c* dele logo para acabar com essa p*rra. Botei no c* dele. Pensei que estava até apaixonado pelo c* dele. Eu não preciso estuprar ninguém."

À coluna da FábiaOliveira, Agripino disse: "Foi um show de homofobia e não ficará impune. Ele será processado e eu também pedirei na Justiça a retirada do vídeo (live) do ar com urgência."

Homofobia está enquadrada na lei 7.716/89, que abrange o crime de racismo social, e pode dar até 3 anos de reclusão

Comentários