FAMOSOS

Xuxa processa deputada errada ao pedir danos morais na Justiça, diz coluna

Xuxa pediu indenização avaliada em R$ 150 mil durante processo

Apresentadora entrou com ação judicial contra deputada estadual do Rio, Rosane Felix - Foto: Reprodução / Instagram @xuxameneghel
Apresentadora entrou com ação judicial contra deputada estadual do Rio, Rosane Felix - Foto: Reprodução / Instagram @xuxameneghel

Redação Publicado em 29/03/2022, às 09h11

Xuxa Meneghel está processando a deputada estadual do Rio, Rosane Felix, ao entrar com uma ação judicial contra  a política, segundo informou a colunista Fábia Oliveira, do Em Off

Xuxa decidiu recorrer à Justiça após ter seu livro, que aborda o tema LGBTQIA+, criticado por Rosana, relatando que tem sofrido repercussão negativa desde o comentário da deputada e apresentadora de rádio. A apresentadora disse, ainda, que seus negócios estão sendo prejudicados. Na ocasião, Felix comentou: 

"Para ensinar o amor e o respeito ao próximo não precisa não precisa escrever livro LGBT. Isso se aprende com boas maneiras dentro de casa e na escola. Já não basta a pedofilia, a exploração sexual infantil e agora tem isso? Deixem nossas crianças em paz". Meneghel decidiu pedir uma indenização por danos morais avaliada em R$ 150 mil, no entanto, Rosana afirmou que as declarações dadas foram da autoria da deputada federal, Carlla Zambelli, não sua.

"A ré (Rosane) está confusa, abalada e extremamente chocada, pois a quem este processo se destina? Uma vez que na qualificação como ré, presente está seu nome, Rosane Felix, que é deputada estadual no Rio de Janeiro pelo PSD, mas o trecho destacado nitidamente está escrito ‘deputada federal Carla Zambelli (PSL – SP)", disse sua defesa. O advogado de Felix também aproveitou para chamar a atenção do corpo jurídico e de Xuxa, para o erro. "Precisamos frisar o quanto é importante ter o mínimo de cuidado ao processar uma pessoa. A ré não publicou e nem compartilhou em suas redes sociais nenhum vídeo atacando a autora (Xuxa)."

"Então, como pode a ré estar sendo processada por ato de terceiros, fato ao qual a autora nitidamente tem conhecimento, pois em sua inicial faz menção à deputada federal Carla Zambelli?", questionou ele. Distribuído em 2020, o processo foi verificado em junho de 2021, os fatos aconteceram no Rio de Janeiro. A artista chegou a recolher as custas processuais no dia 9 deste mês, para dar continuidade ao mesmo, data em que houve o último andamento processual. 

Comentários