FAMOSOS

Noiva de Brandon Lee relembra morte do ator após 28 anos: "Fui destroçada pelo choque"

Noiva do filho de Bruce Lee, Eliza Hutton falou sobre a tragédia após morte de diretora em set

Brandon Lee também foi vítima de um tiro acidental durante gravações de O Corvo - Foto / Reprodução
Brandon Lee também foi vítima de um tiro acidental durante gravações de O Corvo - Foto / Reprodução

Redação Publicado em 26/10/2021, às 10h11

Eliza Hutton, noiva de Brandon Lee (1965-1993), relembrou a morte do ator após 28 anos desde a tragédia no set de O Corvo, ao falar sobre a morte da diretora de fotografia, Halyna Hutchins, morta acidentalmente durante as gravações do faroeste Rust.

Brandon morreu em março de 1993, aos 28 anos, quando foi alvo de um tiro de uma arma cinematográfica. Eliza e Lee estavam com o casamento marcado para o mês seguinte, no dia 17 de abril de 1993, época em que ele já teria encerrado a produção. À People, ela deu um breve depoimento e falou sobre pedir o banimento de armas durante gravações.

"Há 28 anos eu fui destroçada pelo choque e o luto da perda do amor da minha vida, Brandon Lee, tão sem sentido. O meu coração volta a doer pelo marido e pelo filho de Halyna Hutchins e todos aqueles afetados por essa tragédia evitável."

Eliza completou: "Eu insisto para aqueles em posições de fazer alguma mudança que sejam consideradas alternativas ao uso de armas reais em sets". Em seu Instagram, Hutton compartilhou recentemente uma foto em que aparece ao lado do noivo durante uma viagem a Veneza, na Itália, em 1992, após ser pedida em casamento. 

Halyna foi vítima de um disparo acidental feito por Alec Baldwin, durante as gravações do faroeste, quando o ator mirava o revólver para a câmera. Nos documentos judiciais, Baldwin recebeu a arma, que afirmaram estar descarregada.

"Joel afirmou que Alec estava sentado em um banco em um edifício de igreja, e ele estava praticando um saque (de arma) cruzado. Joel disse que estava olhando por cima do ombro de (Hutchins), quando ouviu o que parecia um chicote e um estalo alto", dizia a declaração.

Comentários