FAMOSOS

Mia Khalifa critica apoiadores da "predadora indústria pornô" e divide opiniões

Mia Khalifa, ex-atriz pornô, reforçou o boicote da indústria pornográfica

Celebridade alegou ter sido vítima de diversos transtornos psicológicos como atriz - Reprodução / Instagram @miakhalifa
Celebridade alegou ter sido vítima de diversos transtornos psicológicos como atriz - Reprodução / Instagram @miakhalifa

Redação Publicado em 15/10/2021, às 13h57

Mia Khalifa, ex-atriz pornô, criticou os apoiadores da "predadora indústria pornográfica" nas redes sociais, nesta quarta-feira (13/10), e dividiu opiniões ao publicar sua opinião sobre o assunto. 

Em seu Twitter, ela se posicionou contra a indústria de conteúdo adulto: "Eu não boicoto a indústria pornográfica predatória e, em vez disso, apoio os criadores diretamente", disse. Ao lado da frase, ela incluiu bandeiras que demonstram seu incômodo com posicionamentos semelhantes ao que sugerem rompimento com defensores da pornografia.

Desde 2014, Mia ficou famosa por protagonizar 11 conteúdos pornográficos em que, em alguns, ela aparece fazendo o uso do hijab (véu islâmico). Ela tem ressaltado suas críticas à indústria pornô após ter se aposentado.

Após sua publicação na rede social, diversos internautas divergiram opiniões: "Você quer o boicote da mesma indústria que te fez famosa?", ironizou um. "E se te oferecerem US$ 500 mil por um novo filme? Você escolhendo tudo? Você aceitaria?", questionou outro. Já outros fãs defenderam a ex-atriz.

"Nós estamos com você, Mia", afirmou um deles. "Concordo com você, seu posicionamento é fantástico", concordou outro. Mia chegou a comentar, em entrevista, sobre seu período na pornografia. "Esses 11 vídeos vão me assombrar até eu morrer, e eu não quero que outra garota passe por isso - porque ninguém deveria".

Ela ainda contou que teria ganhado apenas pouco mais de R$ 60 mil durante sua trajetória, o que não considera suficiente para que possa cobrir seus danos psicológicos, causados pela experiência traumática e tóxica. 

 

Comentários