FAMOSOS

Matt Damon comemora sua nova parceria com Ben Affleck após protagonizarem em Gênio Indomável

Os dois são roteiristas, produtores e protagonistas do drama The Last Duel, dirigido por Ridley Scott

Matt disse que trabalhar com Ben resolveu alguns "traumas" dos dois após o roteiro de Gênio Indomável (1997) - Reprodução/Miramax
Matt disse que trabalhar com Ben resolveu alguns "traumas" dos dois após o roteiro de Gênio Indomável (1997) - Reprodução/Miramax

Redação Publicado em 23/07/2021, às 11h51

O astro Matt Damon comemorou a mais nova parceria com o seu amigo, Ben Affleck, após os dois protagonizarem juntos no longa Gênio Indomável, de 1997, em conversa ao site Entertainment Tonight

Os atores são roteiristas, produtores e protagonistas do novo drama dirigido por Ridley Scott, The Last Duel, que tem previsão de lançamento para outubro de 2021, nos cinemas internacionais.

Durante a entrevista, o astro revelou que a nova experiência acabou resolvendo alguns "traumas" de ambos após o Gênio Indomável. O filme rendeu aos dois o Oscar de Melhor Roteiro Original, em 1998: "Acho que vamos escrever muito mais juntos no futuro porque acabou não sendo tão exaustivo quanto achávamos que seria."

Damon ainda relembrou de sua experiência com Ben escrevendo o filme de 1997: "‘Gênio Indomável’ foi muito ineficiente quando comparado com ‘The Last Duel’. Nós não entendíamos de estrutura, então escrevemos milhares de páginas. Ficávamos assim ‘e se isso aqui acontecesse?’. E aí escrevíamos várias cenas diferentes. Então fazíamos essas várias cenas e misturamos uma na outra e fizemos algo parecido com um filme", disse.

Ele também comentou sobre a dinânica simples e organizada entre os dois no novo longa: "Há esses dois cavaleiros e a Lady Marguerite. Então eu e o Ben escrevemos as perspectivas masculinas e a Nicole Holofcener escreveu a perspectiva feminina. E essa é meio que a arquitetura do filme", completou o astro. 

Recentemente, Matt afirmou em entrevista que a maior crítica de seus trabalhos no cinema não está no jornalismo cultural, mas sim dentro de sua própria casa. Ele contou ao programa Sunday Morning, da emissora norte-americana CBS, que sua filha adolescente costuma fazer muitas ressalvas aos seus trabalhos, tanto é que deixou de assistir a filmes protagonizados pelo pai.

Comentários