FAMOSOS

Internautas acusam Alyssa Milano de fingir efeitos colaterais da covid-19 e ela rebate

Atriz mostrou vídeo com queda de cabelo no fim de semana, e surpreendeu muita gente

Alyssa Milano afirma que teve covid-19 em abril - Reprodução
Alyssa Milano afirma que teve covid-19 em abril - Reprodução

Redação Publicado em 11/08/2020, às 20h52

A atriz Alyssa Milano mostrou, no último domingo (09/08), um vídeo em que mostrou os efeitos colaterais da covid-19 -- doença causada pelo novo coronavírus -- em seu corpo. Ela disse ter contraído o vírus em abril, e mostrou que um dos efeitos foi a queda de cabelo.

No entanto, houve quem não tenha levado o relato de Alyssa a sério e desconfiado de sua versão.

No Twitter, alguns internautas levantaram a hipótese da atriz não ter perdido cabelo, mas sim ter removido extensões capilares. "Isso não é cabelo de verdade; eu sei porque tenho cabelo longo natural. Ela só está retirando a cola uma parte da extensão com a escova", comentou uma mulher.

"É exatamente isso o que eu estava pensando. Uso extensões capilares desde 2013 é elas se parecem exatamente assim", afirmou outra na mesma postagem.

Alyssa, então, resolveu rebater as acusações. "Vai se f****. Não uso extensões capilares. Seja um ser humano", ela respondeu.

Quando compartilhou o vídeo em suas redes sociais, a atriz disse que esse foi apenas um dos sintomas que teve quando foi contaminada com o coronavírus. Além da perda de cabelo, Alyssa relatou falta de ar, palpitações cardíacas, vertigem, problemas estomacais, menstruação irregular, perda de memória de curto prazo e mal-estar geral.

Comentários