FAMOSOS

Filha de Anderson Leonardo comenta acusações contra o cantor, fala sobre empreendimento

Alessa Cristyne conta que nunca viu nome do pai exposto de maneira negativa

Alessa Cristyne e Anderson Leonardo - Reprodução/O Dia
Alessa Cristyne e Anderson Leonardo - Reprodução/O Dia

Redação Publicado em 23/02/2021, às 07h55

Alessa Cristyne, filha do vocalista do Molejo Anderson Leonardo, deu uma entrevista ao blog da Fábia Oliveira sobre seu novo empreendimento e para falar sobre as acusações feitas contra seu pai.

Há 6 anos que Alessa trabalha com decoração de festas, e diz que a empresa é uma homenagem ao pai e ao grupo Molejo. O nome é o mesmo que uma das músicas de mais sucesso do grupo: Brincadeira de Criança.

Ela comentou sobre as acusações de estupro contra o pai e afirmou ter total cofniança nele, disse que ele "tem uma alma nobre" e afirmou que as acusações são "contraditórias à personalidade e ao caráter de Anderson Leonardo."

Sobre o empreendimento, ela disse: "Estou no ramo de festas e eventos já tem 6 anos. Sempre tive outros trabalhos paralelos à empresa. De início era um hobby, pois sempre fui apaixonada por essa área, mas no decorrer do tempo comecei a fazer cursos e me aprofundar mais sobre e vi que essa é a minha vocação. No começo tinha outro nome, mas com o tempo a empresa foi expandindo e tive que reformular algumas coisas, e uma delas foi a mudança de nome, pois como meu público alvo era infantil, atribuí o nome da música 'Brincadeira de Criança' ao negócio. Além de ser uma homenagem ao meu pai, tem tudo a ver com a empresa! Quando dei início ao projeto, não passava de um sonho, a gente sempre acha que não vai engatar, mas hoje em dia já tenho um ateliê e as coisas vão caminhando. Aos poucos as pessoas estão conhecendo os serviços prestados pela empresa, fazendo com que cresça cada vez mais e de forma orgânica!"

Sobre o trabalho que fazia com o pai, ela disse: "Ainda trabalho com ele. Em relação ao empreendedorismo, me organizo e sempre concílio as coisas do escritório com o Brincadeira de Criança. É uma correria, mas graças a Deus tenho uma equipe sensacional ao meu lado para me ajudar em tudo. O Brincadeira de Criança é como se fosse meu filho e minha equipe é como se fosse os padrinhos do meu 'filho'."

Alessa fez aniversário essa semana, e disse que foi diferente esse ano: "Não comemorei do jeito que queria, primeiro porque estamos em uma pandemia, segundo que não estamos em clima de fazer uma comemoração maior. Foi bem intimista, apenas com a família e amigos mais próximos. Como foi algo bem reservado, fiz no próprio ateliê do Brincadeira de Criança, e como Decoradora de festas, qualquer comemoração tem que ter uma decoração, nem que seja só um bolo. Como disse anteriormente, tenho uma equipe maravilhosa e muitos parceiros na empresa, com isso tive alguns recebidos, mas não foi festa, bem longe disso! Aproveitei o momento para ficar cercada das pessoas que sempre estão comigo, como a minha mãe, meu pai, meu marido e alguns amigos bem próximos."

Ela também fala sobre a bissexualidade do pai: "Sobre as questões que envolvem meu pai, a única coisa que eu afirmo é que ele é um homem, com caráter e digno de todo respeito. Eu posso falar do Anderson pai e ser humano, pois as pessoas que conhecem apenas Anderson Leonardo ou Anderson vocalista do Molejo, às vezes confundem que ali tem uma pessoa com família, amigos, trabalho e por aí vai! É o que eu sempre digo: o Anderson também é pai, amigo, filho, irmão, avô e além de tudo isso, é um ser humano incrível. Quem o conhece sabe. É um pai que move montanhas pelos filhos. Poderia citar as inúmeras vezes em que meu pai, com pequenos gestos, mostra a sua personalidade e o quanto tem uma alma nobre, mas não posso influenciar ninguém pela minha visão de filha, então prefiro dizer que cabe ao público analisar os 34 anos de carreira artística que ele tem e nunca teve seu nome exposto de maneira negativa."

Ela afirma que o pai tem caráter: "Dentro de toda essa confusão, eu só fiquei pensando o quanto isso é contraditório à personalidade e ao caráter do meu pai. Dinheiro e fama não compram dignidade e caráter, isso nasce com a pessoa e tenho certeza que meu pai tem de sobra! Em 27 anos de vida sempre fomos uma família de verdade. Muitas pessoas até acham engraçado, pois minha mãe e meu pai, mesmo separados, são amigos até hoje. Isso só mostra o quanto ele é um cara do bem. Espero que tudo isso fique esclarecido, pois acredito na justiça de Deus. Ela não falha nunca!"

Comentários