FAMOSOS

Deborah Evelyn reflete sobre sexualidade: "Sou mais livre sexualmente aos 50 do que era aos 20"

Deborah Evelyn afirma que desejo permanece intenso durante a menopausa

Atriz comentou sobre importância de interpretar uma mulher empoderada em Verdades Secretas - Foto: Reprodução
Atriz comentou sobre importância de interpretar uma mulher empoderada em Verdades Secretas - Foto: Reprodução

Redação Publicado em 30/11/2021, às 10h22

Deborah Evelyn, 57 anos, fez uma reflexão sobre sexualidade ao falar sobre as vantagens da idade madura e afirmou que atualmente sente-se melhor sexualmente, além de afirmar que o desejo permanece intenso durante a menopausa, em entrevista ao jornal O Globo.

A atriz falou sobre vida sexual ao mencionar o tabu em relação a 19% das mulheres brasileiras não se masturbarem: "É algo tão parte da vida, né? As próprias mulheres têm tabu com isso, então, é importante falar. É uma maneira de a gente ir se libertando, tomar as rédeas da nossa vida sexual e não ficar só à mercê do desejo do homem."

Muitas mulheres ainda esperam que eles tomem a iniciativa para ter uma relação sexual. Mesmo no casamento, no namoro. Já ouvi muito: "Não transo há uma semana. Ele não tomou a iniciativa". Gente. É como se a mulher não pudesse tomar, tivesse que esperar o desejo do homem.

Questionada sobre tentar se libertar de tais pudores, Evelyn afirma: "Muito. São centenas de anos com a mulher tendo que ficar quieta no canto dela. Essa é uma das vantagens da idade madura: a gente vai se libertando. Acho que melhorei muito em relação à minha vida sexual porque fui me conhecendo, questionando, falando sobre, acabando com meus pudores. Me sinto melhor sexualmente, mais livre hoje do que quando tinha 20, 25 anos. Muito mais! Sei do que gosto, como gosto, do que não gosto."

Ela prosseguiu: "Se a gente não falar o que é bom pra gente, como o cara vai saber? Consigo falar numa boa, gosto de falar de sexo, nunca foi um problema para mim. Mas a gente vai amadurecendo. Acho que as novas gerações já têm mais liberdade. Vejo a minha filha... Mesmo assim, acho que é algo que a gente amadurece. Uma mulher de 25 anos dessa geração que já é mais livre hoje, nossa senhora, imagina com 50?", divertiu-se.

A atriz também comentou a importância de interpretar uma mulher empoderada em Verdades Secretas 2: "Além do aspecto feminista, de a gente estar conseguindo cada vez mais se colocar, é a de entender que nosso desejo é importante, que precisamos falar dele sem vergonha. Por que, para a mulher, orgasmo, gozo e masturbação são tabus? Homens começam a aprender a se masturbar meninos, o pai ensina. Junto com isso, entra a questão da idade, de a mulher mais velha não só ter uma vida sexual ativa, como proativa", completou ela. 

Comentários