FAMOSOS

Andressa Urach relembra rejeição que sofreu dos pais na infância: "Buscava amor das pessoas"

Modelo também comentou sobre abuso de seu avô adotivo e históricas polêmicas

Andressa abriu o coração sobre sua infância difícil - Reprodução/Youtube
Andressa abriu o coração sobre sua infância difícil - Reprodução/Youtube

Redação Publicado em 24/03/2021, às 11h27

A modelo Andressa Urach relembrou sua infância difícil, em conversa com Theodoro Cochrane, e comentou sobre o abuso de seu avô adotivo e histórias polêmicas. 

Aos 22 anos, ela foi uma das 'coelhinhas' da edição da Playboy. Aos 33, ela afirma: "Sonhava em ser capa da Playboy mas nunca me chamaram. Aí a Sexy me convidou e aceitei. Não tenho problemas em mostrar meu corpo. Eu gostava de ser olhada, admirada."

Andressa afirma que sua necessidade de ser vista é resultado de sua rejeição na infância, como seu pai não acreditava que ela era sua filha, enquanto sua mãe a doou para outra família por falta de condições de criá-la.

"Depois de muita terapia, entendi isso. Porque a gente chega numa fase da vida que é uma panela de pressão e a gente não sabe que está cheio de emoções aqui dentro a ponto de explodir. Na infância, eu buscava o amor das pessoas."

 

A modelo também relembrou do trauma ao ser abusada pelo avô adotivo, dos 6 aos 8 anos de idade: "Isso aflorou a sexualidade muito cedo em mim. Tanto que brincava de bonecas e comecei a beijar minhas amiguinhas na boca. Acabei, sem entender naquela idade, abusando de uma amiguinha, porque ele avô adotivo botava o dedo em mim e eu botava o dedo nela."

Andress ainda relembrou da polêmica ao descobrir o orgasmo quando deixou um cachorro fazer sexo oral nela, quando tinha 11 anos. "Uma amiga minha trouxe o cachorro e colocou na minha parte genital e o cachorro começou a lamber, aí eu tive o meu primeiro orgasmo. Eu tinha 11 anos."

"Aí comecei com o vício da masturbação, porque até então, nem eu sabia que poder tocar ali naquela região."

Comentários