CURIOSIDADES

Engenheiro emagrece 57 kg ao ficar sem fast food durante a pandemia

Dafydd Hudd costumava ir em lanchonetes como o McDonald's, que fecharam na quarentena

Engenheiro perdeu três quilos em duas semanas - Reprodução/Instagram/@big_daf_hudd
Engenheiro perdeu três quilos em duas semanas - Reprodução/Instagram/@big_daf_hudd

Redação Publicado em 12/08/2021, às 10h31

O engenheiro Dafydd Hudd, 41 anos, ficou sem acesso às lanchonetes de fast food durante a pandemia da Covid-19 e acabou eliminando cerca de 57 kg por conta do lockdown. 

Dafydd sofreu as consequências da quarentena, que iniciou em março de 2020, e ficou sem acesso às suas refeições preferidas, o que mudou seu estilo de vida de maneira drástica. Dafydd decidiu abandonar sua vida sedentária e o fast food e eliminou 57 quilos.

Ao Metro, ele contou: "Eu normalmente só ia ao McDonald's ou algo parecido, mas, com tudo fechando, eu tinha que pensar sobre o que tinha para comer. Em apenas duas semanas, perdi três quilos. Então comecei a perder alguns quilos por semana de forma bastante constante."

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Dafydd Hudd (@big_daf_hudd)

 

O engenheiro saiu dos tamanhos de roupa XXXG para M e chegou a não ser reconhecido pelos amigos durante um reencontro após sua mudança extrema. Antes da pandemia, a dieta de Dafydd consistia em Coca-Cola no café da manhã, no almoço ele costumava fazer uma refeição de supermercado com comida processada ou um lanche do McDonald's, além de mais Coca-Cola e doces.

Já na janta, o engenheiro consumia comida chinesa, espaguete à bolonhesa ou um frango com batatas fritas. Durante o dia, Dafydd ainda se alimentava de bolos, chocolate e doces. 

Comentários