Atriz trans de A Dona do Pedaço fala sobre redesignação de gênero: “Vou trabalhar muito pra pagar”

Glamour Garcia caracterizada como Britney, sua personagem em A Dona do Pedaço - Foto: TV Globo/ João Cotta

Glamour Garcia caracterizada como Britney, sua personagem em A Dona do Pedaço – Foto: TV Globo/ João Cotta

Intérprete de Britney em A Dona do Pedaço, Glamour Garcia – antes Daniel, e atualmente Daniela Garcia no RG –, de 30 anos, contou que pretende fazer uma cirurgia de redesignação de gênero.

Transexual assumida, a atriz revelou que sua transição aconteceu com 18 anos, e que ainda terá que trabalhar bastante para conseguir o dinheiro para pagar o procedimento.

“Com 18 anos [fez sua transição]. Ficou mais evidente no tipo de roupa que comecei a usar no dia a dia, no meu comportamento. Faço tratamento hormonal há muitos anos, e isso foi mudando minha estrutura física. Mas só há dois consegui minha nova documentação (como Daniela Garcia Machado). Foi burocrático, demorado. Antes, eu me chamava Daniel. Quis preservar um pouco de quem eu era, ninguém muda do nada. Glamour é nome artístico”, explicou.

Ao jornal Extra, Daniela falou sobre a cirurgia para mudança de sexo e também da primeira vez que se sentiu parte do universo feminino e do bullying que sofreu quando ainda era criança:

Glamour Garcia mudou seu nome de Daniel para Daniela no RG - Foto: Arquivo Pessoal

Glamour Garcia mudou seu nome de Daniel para Daniela no RG – Foto: Arquivo Pessoal

“Eu quero [fazer a cirurgia], mas preciso de tempo e dinheiro para isso. Essa operação custa R$ 80 mil, em média. Vou ter que trabalhar muito para pagar. E são seis meses só para recuperação”, contou.

“Me senti parte do universo feminino na minha festa de aniversário de 2 ou 3 anos. Foi uma decepção quando vi a decoração toda azul, acho que era de palhacinhos. Eu queria que fosse rosa, de princesa. Esperneei, chorei, fiquei revoltadíssima! Quando era criança, sofri agressões físicas, ameaças… Parar e lembrar disso é triste, doloroso. Mas eu também era reativa, sabia me defender. Não ficaram traumas profundos. Não guardo lembranças negativas”, garantiu.

Os homens não assumem seu desejo

Casada por duas vezes e atualmente namorando firme, Daniela explicou que foi difícil manter seus relacionamentos por cauda do preconceito.

“[Namorar é] Mais complicado do que para as demais mulheres, com certeza. O que mais atrapalhava era o preconceito. Eles [os homens] não assumem seu desejo, temem demonstrar que se sentem atraídos por alguém diferente. Mas eu paquerei, levei muito sim e muito não. E essas experiências me fizeram crescer como pessoa”, explicou.

Glamour Garcia com o namorado, Gustavo Dagnese - Foto: Reprodução/ Instagram

Glamour Garcia com o namorado, Gustavo Dagnese – Foto: Reprodução/ Instagram

Ainda sobre o processo de autoentendimento, a atriz explicou que sua mãe psicóloga teve um papel importantíssimo em sua vida:

“Devo tudo a ela. O conhecimento que tinha por conta da profissão, ela utilizou para me ajudar a ser feliz. Terapia é importante para todo mundo. E foi pra mim: fez eu me encontrar socialmente, preservou minha saúde mental. Foi mais difícil para ele [o pai] entender enquanto eu era criança. Conforme fui crescendo, tudo foi se resolvendo. Hoje, adultos, eu e meus pais somos melhores amigos. Sinto muita saudade deles porque estou morando no Rio e eles continuam no interior de São Paulo. Mas eles e meus três irmãos estão orgulhosíssimos me vendo feliz e trabalhando com o que eu gosto”, completou.

LEIA MAIS

Trans de A Dona do Pedaço fala sobre mudança de sexo
Elton John: Um guia sobre a obra genial do artista
Paulo Vilhena fará nova tentativa de implante capilar
Gabi Costa, atriz em Órfãos da Terra, morre aos 33 anos
Paulo Pagni, batera do RPM, tem morte anunciada por engano
Cláudia Alencar posa de biquíni aos 68 anos e manda recado

Veja mais notícias de Famosos.

Comentários