ATUALIZADA: Paulo Pagni, baterista do RPM, morre aos 61 anos

Paulo Pagni, bateria do RPM, morre aos 61 anos - Foto: Reprodução/Instagram

Paulo Pagni, bateria do RPM, morre aos 61 anos – Foto: Reprodução/Instagram

Morreu no começo da tarde deste domingo (02/06) o baterista do RPM, Paulo Pagni.

Conhecido como PA, Paulo faleceu devido a uma fibrose pulmonar. Na noite de ontem, o seu ex-companheiro de banda, Paulo Ricardo, falou sobre o estado de saúde do amigo em sua conta no Instagram.

Depois que @charles_gavin nos deixou pra ir pro @titasoficial, em 84, encontramos @papaulopagni , o PA, essa figura mitológica do rock nacional, pra assumir as baquetas. Sempre fomos muito ligados e vivemos momentos inesquecíveis no projeto indie PR5, e é muito triste que neste aniversário ele esteja hospitalizado, então todos os pensamentos positivos e todas as preces pro nosso gnomo se recuperar o quanto antes! Força, guerreiro! We love you!”, escreveu o vocalista e baixista da clássica banda dos anos 80.

Quem anunciou a morte de PA foi o guitarrista do RPM, Fernando Deluqui, também através do Instagram.

“Caros fãs e amigos, infelizmente temos a tristeza de anunciar o falecimento do nosso querido e eterno baterista, Paulo Antônio Figueiredo Pagni, o P.A. Nosso irmão partiu poucos momentos atrás, mas seu legado será eternamente lembrado. Pedimos a compreensão de todos nesse momento de dor e boas vibrações para que sua passagem seja em paz e com muita luz. Logo mais daremos maiores informações. Luiz, Nando e Dioy“, disse.

Paulo Pagni tinha 61 anos de idade.

Engano: PA não morreu

Pouco tempo depois do anúncio da morte de Paulo Pagni, a notícia foi desmentida pela própria assessoria do RPM. Deluqui apareceu em vídeo, no Instagram, para explicar a confusão.

“Estou aqui em Salto, no interior de São Paulo, onde o nosso amigo P.A. está internado. Gente, aconteceu um negócio super inusitado, e eu quero contar para vocês a verdade, porque está a maior confusão. ‘O P.A. está vivo? O P.A está morto?’ O que aconteceu foi o seguinte: hoje pela manhã, profissionais da clínica Good Master, onde ele estava internado, entraram em contato comigo dizendo que ele havia falecido. Eu fiquei muito triste e quis confirmar com o médico, que tem passado os prontuários diariamente. Através do doutor Alex Müller Coutinho, eu obtive a confirmação de que P.A. havia falecido”, disse o guitarrista.

“Então, a minha esposa e eu começamos a tomar as providências, viemos até a casa do P.A. em Araçariguama, pegamos roupas, documentos, tudo para liberação do corpo e nos encaminhamos aqui para o PS do Hospital São Camilo. Foi aí que tivemos uma notícia muito surpreendente: que o P.A. estava vivo, para o nosso alívio. E agora, a gente está querendo saber, que engano foi esse”, afirmou.

LEIA MAIS

Crítica: Bandidos na TV, série da Netflix, mostra história chocante
Antônio Fagundes compara novela brasileira a Game of Thrones
Crítica: Olhos Que Condenam, da Netflix, mostra o racismo na justiça americana
Victoria Beckham compartilha retrato de família
Luana Piovani afirma que soube de namoro de ex-marido pelas redes sociais

Formação atual do RPM, sem Paulo Ricardo, estava gravando e excursionando pelo país - Foto: Reprodução/Instagram

Formação atual do RPM, sem Paulo Ricardo, estava gravando e excursionando pelo país – Foto: Reprodução/Instagram

 

Fernando Deluqui anuncia que Paulo Pagni, bateria do RPM, morreu aos 61 anos - Foto: Reprodução/Instagram

Fernando Deluqui anuncia que Paulo Pagni, bateria do RPM, morreu aos 61 anos – Foto: Reprodução/Instagram

 

Tags

Comentários