Bailarina do Faustão, Pâmella Gomes fala sobre topless na avenida: “Precisei de muita coragem”

Pâmella Gomes desfilou como nativa para a Imperatriz Leopoldinense - Foto: Reprodução/ Instagram

Pâmella Gomes desfilou como nativa para a Imperatriz Leopoldinense – Foto: Reprodução/ Instagram

Destaque de chão da Imperatriz Leopoldinense, Pâmella Gomes roubou a cena e os olhares do público ao atravessar a Marquês de Sapucaí fantasiada de índia.

Ovacionada na web toda vez que exibe o corpo cheio de curvas, a morena – que há três anos integra o bale do Domingão do Faustão – ganhou elogios de Sabrina Sato e também das tops Lais Ribeiro e Lays Silva (do seleto time de Angels da Victoria’s Secret) após o desfile.

Após fazer bonito no sambódromo do Anhembi, em São Paulo, encarnando uma Valquíria, Pâmella arrasou no Rio ao desfilar de topless pela agremiação carioca. Ao falar sobre o assunto, a musa contou que ficou tímida de início, mas que foi se soltando ao ser comparada com uma índia de verdade:

Pâmella Gomes desfilou como nativa para a Imperatriz Leopoldinense - Foto: Reprodução/ Instagram

Pâmella Gomes desfilou como nativa para a Imperatriz Leopoldinense – Foto: Reprodução/ Instagram

“Nos primeiros dez minutos estava receosa, fiquei cobrindo os seios com o cabelo, mas não vi olhares me julgando. E muita gente na concentração me elogiou dizendo que parecia mesmo uma índia e fui me soltando”, explicou.

Ao jornal Extra, a bailarina contou que encarnou a personagem proposta pelo carnavalesco, e que precisou reunir muita coragem para desfilar com os seios à mostra:

“A Imperatriz propôs que eu fosse uma índia com os seios à mostra e eu entrei na personagem. Depois, o carnavalesco me agradeceu por ter respeitado o desenho original da fantasia. Precisei de muita coragem, mas achei que ficou muito bonito e nada gritante”, opinou.

Por ter sido rebaixada neste carnaval, pode ser que os desfiles da Imperatriz Leopoldinense e da Tom Maior – escola paulista da qual Pâmella é rainha de bateria – aconteçam no mesmo dia.

Ao falar sobre a possibilidade, a morena contou que topa numa boa fazer a ponte aérea Rio-São Paulo se os desfiles forem em dias separados:

“Se o desfile não for no mesmo dia, com certeza estarei sambando animada pela Imperatriz no Grupo de Acesso também. Mas ela não merecia cair, é uma escola que me acolheu e me trata muito bem, lá eu me sinto em casa porque me lembra a Tom Maior, onde nasci e fui criada”, contou.

Muito assediada por homens e mulheres, Pâmella garantiu que passou a folia solteira:

“Recebi muitas cantadas: ‘Você é maravilhosa’, ‘Quando vamos casar?’, etc eu só acho engraçado. Mas ninguém teve sucesso, passei o carnaval solteira”, completou.

LEIA MAIS

Emma Bunton relembra foto com Ben Stiller
Tatá Werneck faz piada com a própria gravidez
Fernanda Gentil se declara para a namorada
Giovana Cordeiro relembra assedio na infancia
Termina o namoro de Anitta e Ronan Carvalho
Deborah Secco leva transparência ao limite

Veja mais notícias de Famosos.

Comentários