“Emagreci 23 kg comendo churrasco e tomando bebida alcoólica”, diz Fani Pacheco

Fani eliminou 23 quilos sem impor metas de emagrecimento – Foto: Gustavo Azeredo/ Revista Glamour

Aos 36 anos, Fani Pacheco, que ganhou fama após participar da 7ª edição do Big Brother Brasil, exibido pela TV Globo há 11 anos, passou por uma verdadeira transformação nos últimos meses.

Com um quadro de saúde desfavorável, a estudante de medicina precisou mudar a dieta e voltar a praticar exercícios, e o resultado não poderia ser melhor; em seis meses, ela passou de 85 kg para 62 kg.

Ao falar sobre a transformação, Fani disse que a mudança foi acompanhada de perto por uma especialista, e que fez um pedido especial à profissional; ela “queria emagrecer feliz, sem sofrer”. E assim foi.

“Eu queria emagrecer feliz, sem sofrer. Então, eu tinha minhas escapadas, fazia parte da minha conversa com a médica, poder sair da dieta quando eu quisesse. Eu não abri mão da minha Coca Zero. Feriados, eu comia churrasco, tomava bebidas alcóolicas quando eu queria. Às vezes, optava por um vinho branco em vez de uma cerveja”, confessou.

À revista Glamour, Fani explicou que combinou com sua médica de não estipular uma meta para o emagrecimento:

Fani eliminou 23 quilos sem impor metas de emagrecimento – Foto: Gustavo Azeredo/ Revista Glamour

“Em seis meses, eu já tinha perdido 23 kg, 3,5 kg por mês, em média, desde janeiro. Então, de 85 kg eu passei para 62 kg. Com dieta tranquila, porque eu não tinha nenhuma meta de quanto tempo eu tinha para emagrecer. Tinha que ser sem sofrer. Enjoava de ovo? Ela substituía. Queria chocolate? Ela colocava. Era uma dieta para eu ficar feliz, porque teve a história da síndrome metabólica e a resistência insulínica que me motivaram, mas eu não queria passar fome. Eu achava que ia demorar, que ia sofrer, mas foi pelo acompanhamento médico, pela medicação que eu tomei, que me ajudou muito, e também pela minha dedicação”, explicou.

À publicação, a ex-BBB disse que ficou com flacidez após eliminar peso, e que intensificou os treinos para tonificar a pele:

“Fiquei flácida, sim! No quinto mês de emagrecimento, eu me senti mole. Eu nunca tinha passado por isso. Mas eu achava que malhando ia recuperar e realmente aconteceu. Eu acho que musculação tinha que ser igual a escovar os dentes, todo mundo tem que fazer”, opinou.

Ao fazer um balanço sobre o “novo corpo”, Fani explicou que o tratamento ainda não terminou, e comemorou o fato de conseguir ter um corpo saudável que a permite ter mais qualidade de vida.

“Eu continuo fazendo tratamento, deve levar um ano para estabilizar meu peso, meu metabolismo novo. Para poder comer o que eu gosto sem neurose. Agora, meu corpo voltou para o lugar… Estou sarada de novo. Estou feliz com o meu corpo, sim. Esse corpo é um corpo saudável e que me permite ter mais qualidade de vida. Antigamente, eu estava feliz gordinha; eu achava que dava para ser uma gordinha saudável, mas a genética não permitiu. Então, cada um com seu cada um. Respeito quem tem genética boa e consegue ser feliz assim, mas minha hereditariedade não era essa”, completou.

LEIA MAIS:

Ator de Glee muda o corpo radicalmente
Gracyanne passa sufoco no pole dance
Sheila Mello chora ao lembrar concurso
Sheila Mello relembra sua 1ª Playboy
Sheron M. amamenta durante banho de sol
MC Pikachu inicia tratamento de químio

Veja mais notícias de Famosos.