FAMOSOS

Polícia americana prende suspeito de ter invadido casa de Gisele Bündchen em Boston

A mansão, avaliada em R$ 165 milhões, está a venda desde agosto de 2019

Gisele e Tom colocaram mansão à venda - Reprodução/Instagram
Gisele e Tom colocaram mansão à venda - Reprodução/Instagram

Redação Publicado em 07/12/2020, às 13h12

A polícia de Massachussets, nos Estados Unidos, prendeu nessa segunda-feira (7/11), um suspeito de ter invadido a mansão de Gisele Bündchen e Tom Brady em Boston.

Segundo o site americano TMZ, o homem teria entrado no imóvel às 5:55 da manhã. Vários alarmes foram disparados e o suspeito foi encontrado no porão do imóvel.

A mansão de Gisele e Tom foi construída do zero. Com 14,3 mil metros quadrados, a mansão possui spa, piscina, livraria, adega de vinhos, cinco quartos, sete banheiros e um estúdio de ioga.

O imóvel está à venda desde agosto de 2019. O preço original era de R$ 165 milhões, mas o casal deu um desconto no valor e agora ele está à venda por R$ 139 milhões.

Recentemente, Gisele anunciou que criou um fundo financeiro em parceria com a Brazil Foundation para arrecadar doações para combater o novo coronavírus.

Na publicação, a modelo aparece ao lado dos filhos, que seguram cartazes com as palavras "amor", "solidariedade" entre outras.

Na legenda, ela explicou como funcionará o fundo. "Tenho pesquisado como posso ajudar nesse momento tão delicado que estamos vivendo. Mais do que nunca, precisamos ter solidariedade e empatia. No Brasil estou criando o Fundo Luz Alliance, em parceria com a @brazilfound, para ajudar crianças, idosos e famílias mais vulneráveis, através da doação de alimentos e kits de higiene."

Comentários