FAMOSOS

Nego Di faz boletim de ocorrência após ser vítima de racismo: "Não queria deixar passar"

Ex-BBB contou que foi vítima de injúria racial nesta segunda-feira (30/08)

Nego Di afirmou que foi ofendido durante trânsito em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul - Reprodução/Instagram/@negodi_reserva
Nego Di afirmou que foi ofendido durante trânsito em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul - Reprodução/Instagram/@negodi_reserva

Redação Publicado em 31/08/2021, às 10h49

Nego Di desabafou nas redes sociais ao revelar ter sido vítima de racismo, nesta segunda-feira (30/08), durante trânsito em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. 

O ex-BBB recorreu ao seu Instagram para contar que recebeu xingamentos racistas ao buzinar para um motorista que estava bloqueando a via em que passava: "Hoje eu me deparei com uma situação de racismo que aconteceu comigo. A gente nunca está pronto porque quando acontece, é difícil de acreditar (...)."

Ele prosseguiu: "Eu tava dirigindo e tinha um carro na minha frente que estava trancando o trânsito, usando as duas faixas no horário de pico. Eu dei aquela buzinadinha (para ele sair da frente), mas quando passei do lado do carro que estava na minha frente, o cara disparou um caminhão de ofensas contra mim."

"Primeiro começou com uns xingamentos normais, até que me chamou de 'macaco e negro de me***'. Ficou falando um monte de coisas assim. Eu não acreditei que tava escutando aquilo. Minha primeira reação foi reduzir a velocidade, me deu vontade de fazer tanta coisa na hora. Comecei a ficar irritado e fiquei pensando o que eu ia fazer. Decidi parar o carro mais a frente, e ele também parou. Eu queria pegar a placa do veículo, ver melhor a cara dele."

"O cara tentou fugir, mas eu dei toda uma volta e consegui encontrá-lo de novo. Ele estava no celular falando com alguém. No fim, consegui pegar (fotografar) o rosto dele e a placa. Graças a Deus não perdi a razão e fiz coisa pior, mas confesso que é uma situação que estraga o nosso dia", lamentou Nego Di. Ele revelou que fez um boletim de ocorrêcia e afirmou que não espera que as autoridades se mobilizem. O gaúcho disse que decidiu comentar sobre o ocorrido nas redes sociias.

"Já passei por isso muitas nas redes sociais e deixei pra lá, mas, na verdade, acredito que a gente tem que, sim, fazer algo. Não pode deixar passar. Acabei de fazer um boletim de ocorrência e vou expôr essa pessoa, a cara dele. Provavelmente não vai dar em nada, mas não queria deixar passar", completou. 

Comentários