FAMOSOS

Mulher de Tio Wilson, baterista do Lagum, se emociona na web: "Todos os dias são muito difíceis"

Ellen Cassim comentou sobre a saudade que sente do marido, morto em setembro durante um show da banda

Ellen Cassim desabafou ao falar sobre a morte do marido - Foto: Reprodução/ Instagram@ellencassim
Ellen Cassim desabafou ao falar sobre a morte do marido - Foto: Reprodução/ Instagram@ellencassim

Redação Publicado em 10/11/2020, às 07h32

Ellen Cassim, viúva do baterista Tio Wilson, da banda Lagum, usou as redes sociais para desabafar sobre a repentina morte do marido, e falar sobre como tem passado.

"Todos os dias são muito difíceis. Acordar e dormir é muito difícil. Eu penso nele vinte e quatro horas, eu sinto saudades vinte e quatro horas. Sinto a presença dele vinte e quatro horas, o tempo todo. Falo muito com ele, sonho muito. Tenho muitas respostas dele, muitos sinais", começou ela em um vídeo publicado no Instagram.

Ela, que está grávida do músico, contou como era o relacionamento dos dois. "A gente tinha uma ligação muito forte e vai ter para o resto da vida. Mas eu sou uma pessoa que teve que escolher, por diversas vezes na vida, o melhor lado. Tudo faz muito sentido para mim. Com muito pouco tempo Deus me mostra o que ele quer para mim. Ele me fez para ser feliz. Eu fui até o dia 12 cem por cento feliz", lamentou.

Ellen reforçou que, mesmo tentando superar a perda, ainda tem sofrido bastante. "Estou meio quebrada. Faço piada, odeio tristeza. Meus amigos, minha família, um tanto de gente que nunca vi em minha vida me falam cada coisa. Conheci tanta gente que passou pela mesma coisa. Qualquer coisa que pudesse fazer, eu faria, mas não tem nada que eu possa fazer a não ser acreditar que aconteceu tudo certo, do jeito que Deus queria", explicou ela.

O baterista sofreu uma parada cardiorrespiratória durante uma apresentação do Lagum em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, no mês passado. Ele tinha 34 anos. Ellen descobriu a gravidez cerca de um mês depois, e a anunciou nas redes sociais.

Comentários