Cenapop
FAMOSOS

Letícia Colin abre o jogo sobre a maternidade: “É uma mistura de amor e pavor”

Letícia Colin contou que maternidade é uma mistura de emoções
Letícia Colin contou que maternidade é uma mistura de emoções - Foto: Reprodução/ Instagram

Redação Publicado em 17/06/2020, às 06h14

Letícia Colin abriu o jogo sobre a maternidade durante uma live com Simone Zuccolotto, do Canal Brasil, na última quarta-feira (16/06).

Mãe do pequeno Uri, de 7 meses, fruto da relação com Michel Melamed, a atriz contou que a experiência é uma mistura de amor com pavor, expectativa, ansiedade e cansaço.

“[Ser mãe] É uma mistura de amor com pavor, expectativa, ansiedade e cansaço. Ser mãe é muito mais complexo do que eu imaginava mas eu estou amando”, explicou.

No bate-papo, Letícia contou que está com todos os projetos profissionais parados por conta da pandemia do novo coronavírus, e que o isolamento a fez perceber que não é necessário ser proativa o tempo inteiro.

“Primeiro, eu aprendi a fazer uma faxina que vou te falar [risos], mas também a questionar esse lugar da produtividade, sabe? Que a gente tem que ser muito produtivo, muito proativo. E não tem que ser! Eu sou mãe agora de um bebê de sete meses e eu tenho dito assim ‘desculpa, eu não consigo, não dá’ com uma dignidade que é importante a gente ter”, disse ela.

Na transmissão, a atriz ainda falou sobre seu papel na série Onde Está Meu Coração, na qual interpretou uma dependente química.

“Eu acho que como eu tive depressão eu compreendo um pouco o lugar de dor dessa personagem. Eu visitei um lugar de desesperança tão grande e de desconforto com a minha própria presença. Eu fico feliz de poder falar sobre isso. A minha condição de mulher que já enfrentou uma depressão me faz compreender muito essa questão do dependente químico. É uma dor que não passa, um vazio que não se preenche”, revelou.

 

Comentários