FAMOSOS

Fernanda Nobre sobre relacionamento aberto: "Achei difícil no começo e ainda acho"

Fernanda Nobre explicou que não tem interesse em relacionamento a três

Atriz é casada com o diretor José Roberto Jardim há nove anos - Reprodução / Instagram @fenobre
Atriz é casada com o diretor José Roberto Jardim há nove anos - Reprodução / Instagram @fenobre

Redação Publicado em 29/11/2021, às 08h11

Fernanda Nobre falou sobre liberdade de escolha ao explicar seu casamento aberto com o diretor José Roberto Jardim, com quem está há nove anos, e afirmou que não possui interesse em um relacionamento a três ao comentar o assunto. 

Em conversa com a coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo, Fernanda diz que fica feliz ao saber que tem sido referência para outras pessoas: "Mais do que tratar de relacionamento aberto, minha proposta é falar do lugar da mulher na sociedade sem escolher. A mulher fica repetindo padrões, que nesse caso é a monogamia, sem saber se é o que quer, porque desconhece que existem outras maneiras."

"A monogamia é hipócrita, principalmente nos relacionamentos heterossexuais. As pessoas passam pelo sofrimento da traição, da deslealdade. Isso é cultural. Existe um interesse do masculino para que se continue aceitando esse sistema. A gente pode mudar isso e criar novas formas de se relaciona", conta. A atriz ainda explica sobre as dificuldades de lidar com o sentimento de posse em um relacionamento aberto. "Fácil é viver a abertura. Difícil é permitir a abertura para o outro. Me perguntam como eu lido com isso."

Fernanda prosseguiu: "Muitas mulheres têm vontade e interesse em abrir o relacionamento, mas sentem ciúmes, porque isso foi criado como controle social. É passo de formiguinha mesmo. Tem que haver um interesse de desconstruir isso. Eu achei difícil no começo e ainda acho. A cada experiência, um novo aprendizado. Eu e o José estamos em busca de um lugar de diálogo, de troca, de parceria, de generosidade com o outro". Nobre também comenta que não pensa em um relacionamento a três no momento:

"Nosso encontro é nosso encontro. A gente quer ter uma relação mais saudável, menos moralista e hipócrita. Estamos em busca disso. Nós somos a prioridade. Temos uma relação de romance e de muita paixão ainda por causa disso. A gente está sempre se escolhendo, se questionando e exercitando esse romance. A gente conversa sobre as milhões de possibilidades de se relacionar, mas não temos vontade de mudar. Gostamos de morar juntos, somos bem parceiros em casa. Então, a três, não tenho vontade", finalizou.

Comentários