FAMOSOS

Famosos lamentam morte de Leo Rosa, que morreu após luta contra o câncer aos 37 anos: "Guerreiro"

Ator lutava contra o câncer desde 2018

Doença surgiu nos testículos e se espalhou por outras áreas do corpo - Reprodução/Instagram
Doença surgiu nos testículos e se espalhou por outras áreas do corpo - Reprodução/Instagram

Redação Publicado em 09/03/2021, às 11h46

O ator Leo Rosa, 37, morreu após luta pelo câncer por quase três anos, nesta terça-feira (09/03), no Rio de Janeiro. Famosos lamentaram a morte de Leo, que trabalhou pela última vez na novela 'Amor de Mãe', interpretando um repórter.  

Leo fez tratamento do câncer, que surgiu nos testículos e acabou evoluindo para uma metástase. Ele chegou a realizar 30 sessões de quimioterapia e investiu em tratamentos alternativos. Sua última publicação nas redes sociais foi há uma semana, comemorando a volta da trama. "Novela (aula) da com equipe e elenco espetaculares. Ah! E é meu trabalho mais recente na TV também, aquela participação mais do que especial no meu peito", escreveu ele.

Sua última foto foi deitado em uma rede, comentando sobre mais uma sessão de quimioterapia: "Mais uma etapa. Obrigado por todo apoio, amor, dedicação e entrega dos meus familiares e amigos. Vocês são inacreditáveis!". 

Para o tratamento convencional, foi feita uma vaquinha online a fim de arrecadar o valor necessário para poder cobrir os custos. Nas redes socias, alguns amigos artistas lamentaram sua morte. "Te amo. Só queria ter dado um abraço. Descansa guerreiro. Corre feito água", disse o ator Renato Góes. "Leo Rosa, guerreiro, poeta, gremista, ator e peladeiro. Muitos vivas à sua passagem corajosa por aqui, parceiro", lamentou Maria Ribeiro

"Era meu melhor amigo. Fomos juntos pra Tijuana fazer a terapia Gerson. Estou indo agora no Inca resolver as coisas dele. A gente se encontrou tem duas semanas e foi maravilhoso. Ele é um menino lindo. Vou sentir saudade", comentou Daniel Ávila. "Hoje partiu uma pessoa que eu amo muito. Quem puder fazer uma oração pelo meu amigo Leonardo Rosa da Silva, serei grato. Te amo, Léo Rosa", disse o fotógrafo Yuri Sardenberg.

Leo chegou a conversar com a Revista Quem, em 2018, e afirmou que estava otimista após ter recebido alta da primeira fase do tratamento: "Quando descobri o câncer, comecei o tratamento de imediato e fiz uma cirurgia. Depois de um ano, está acabando e queria aqui abertamente fazer um agradecimento muito especial a toda equipe do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, que foi onde eu fiz todo o meu tratamento".

"Minha mãe, minha madrinha, os meus irmãos e os meus grandes amigos me deram muita força. Descobri nesse processo que tenho pessoas que eu posso contar de olhos fechados". 

Antes de se tornar ator, Leo foi goleiro do Grêmio, onde trabalhou durante cinco anos nas categorias de base do time. Ele trilhou uma trajetória na TV desde 2006, quando estrelou na novela da Record TV 'Vidas Opostas'. Na emissora, ele trabalhou durante dez anos, participando de novelas como 'Amor e Intrigas' (2007), 'Promessas de Amor' (2009), 'Rei Davi' (2012), 'Balacobaco' (2012), 'Milagres de Jesus' (2015) e 'Escrava Mãe' (2016). 

Comentários