FAMOSOS

"Bebê do Nirvana" processa banda por exploração sexual e pornografia infantil por capa de álbum

Spencer Elden acusou a banda de realizar ensaio da capa do disco Nevermind sem seu consentimento

Spencer deu entrada no processo contra administradores da obra de Kurt Cobain e membros da banda - Reprodução/Divulgação/Instagram/@therevolverclub
Spencer deu entrada no processo contra administradores da obra de Kurt Cobain e membros da banda - Reprodução/Divulgação/Instagram/@therevolverclub

Redação Publicado em 25/08/2021, às 07h50

Spencer Elden, o "bebê do Nirvana", está processando a banda por exploração sexual e pornografia infantil pela capa do disco Nevermind, quando tinha apenas quatro meses de idade. 

Atualmente com 30 anos, Spencer acusou Nirvana de realizar o ensaio da capa do disco sem seu consentimento, além de ter produzido pornografia infantil. Elden deu entrada no processo contra os membros da banda e os administradores da obra de Kurt Cobain, afirmando que os músicos o exploraram sexualmente e violaram estatutos federais de pornografia infantil, segundo o TMZ.

Ele também relatou que sofreu "danos ao longo da vida" por aparecer nu estampado na capa do disco, que possui cerca de 30 milhões de cópias vendidas no mundo, e afirma que nem seus pais, além dele, consentiram a sessão de fotos, segundo o processo - ele e os pais ganharam US$ 200 pelo ensaio. 

As gravadoras, a banda e o fotógrafo, de acordo com ele, "comercializaram intencionalmente a pornografia infantil de Spencer e alavancaram sua imagem para promoverem a si mesmos e a música às suas custas". A capa mostra um bebê, nu, nadando em uma piscina enquanto persegue uma nota de dólar em um anzol e surgiu após Kurt e o baterista, Dave Grohl, terem assistido a um documentário sobre partos dentro d'água.

Spencer, que tinha apenas 4 meses em 1991, ainda disse que foi forçado a se envolver em "atos sexuais comerciais" e que a banda desistiu de prometer esconder suas genitálias na capa do disco. O documento também diz: "O dano permanente que ele quase sofreu inclui, mas não está limitado a, sofrimento emocional extremo e permanente com manifestações físicas, interferência em seu desenvolvimento normal e progresso educacional, perda vitalícia de capacidade de ganho de renda, perda de salários passados ​​e futuros, despesas passadas e futuras para tratamento médico e psicológico, perda do gozo da vida, e outras perdas a serem descritas e comprovadas no julgamento desta questão."

Já em 2016, Spencer chegou a recriar a capa do disco, completamente vestido, para homenagear a data. "Eu disse ao fotógrafo:‘ Vamos fazer isso [comigo] nu’. Mas ele achou que seria estranho, então usei meu calção de banho. O aniversário significa algo para mim. É estranho que eu tenha feito isso por cinco minutos quando tinha 4 meses de idade e se tornou uma imagem realmente icônica", disse ele na ocasião. 

Comentários