Criticada por biografia, Solange Gomes desabafa na web: “Fiz striptease grávida em prostíbulo para sobreviver”

Solange Gomes respondeu críticas à biografia em sua página no Instagram - Foto: Reprodução/ Instagram

Solange Gomes respondeu críticas à biografia em sua página no Instagram – Foto: Reprodução/ Instagram

Solange Gomes recorreu ao Instagram para rebater as críticas ao livro Sem Arrependimentos, no qual conta sua história de vida.

Na rede social, a eterna musa da Banheira do Gugu contou que está sendo “julgada” pelas histórias que contou na obra, e aproveitou para mandar um recado aos “falsos moralistas e hipócritas de plantão”:

“Vou aproveitar esse domingão de folga para dar um recado aos falsos moralistas e hipócritas de plantão. Antes de julgar o meu livro, é preciso ler ele por inteiro. Nele, não existem somente, Renato e cia limitada, existe uma história de uma mulher que sobreviveu às sacanagens, maldades e ‘filha da putagem’ das pessoas”, começou.

Em seguida, Solange desabafou, dizendo que tudo o que fez foi para cuidar da filha e sobreviver:

“Onde estavam vocês que estão me desdenhando quando eu estava com a minha filha na barriga sem emprego e marido? Bom, eu estava em prostíbulos fazendo striptease para arrumar dinheiro, já que fui abandonada por todos. Fiz pela minha filha e faria de novo se necessário, não tive a sorte de ser contratada e muito menos de ter um maridinho bancando tudo, portanto calem a boca podre. Só eu sei o que passei!”, desabafou.

Claramente irritada, Solange ainda falou sobre seus namoros e garantiu nunca ter usado drogas:

“Se todas as promessas feitas para mim fossem cumpridas, meu livro seria tão fofinho… Com relação aos meus namoros, se não tivesse feito tudo que fiz, teria enlouquecido, transar relaxa, acalma, distrai. A vida foi cruel comigo, e esses homens me distraíam, se não fossem essas divertidas histórias sobre sexo eu teria morrido, pois apanhei muito da vida. Portanto, leiam o livro, antes de desdenhar. E, lamento informar, aos admiradores de usuários de drogas, no meu livro não tem isso, nem uma maconhazinha inofensiva usei, nem nos maiores momentos de desespero”, completou.

Comentários