La Casa de Papel: Parte 3 mantém o ritmo e o estilo das temporadas anteriores

La Casa de Papel: Parte 3 mantém o ritmo e o estilo das temporadas anteriores - Foto: Reprodução/Netflix

La Casa de Papel: Parte 3 mantém o ritmo e o estilo das temporadas anteriores – Foto: Reprodução/Netflix

O fenômeno La Casa de Papel retorna nesta sexta (19/07) com altas expectativas. Os fãs deixados nas duas temporadas anteriores não esperavam receber mais da história dos carismáticos ladrões. Assim que foi anunciada, porém, a nova leva de episódios foi celebrada – e muito esperada.

A boa notícia é que não há, neste novo conjunto de capítulos, uma traição ao espírito da série. A Parte 3 renova a história, que foi muito bem encerrada na temporada anterior; no entanto, nos traz um novo desafio para os membros comandados pelo Professor (Álvaro Morte), com a adição de mais alguns personagens para suprir a ausência daqueles que morreram no passado. O desafio agora é outro.

O plot começa simples: os ladrões estão espalhados pelo mundo curtindo os euros roubados da Casa da Moeda espanhola, mote da história anterior. No entanto, Rio (Miguel Herrer) é capturado pela polícia. O bando então precisa se reunir novamente para resgatá-lo e, no caminho, executar um novo golpe, agora contra o Banco da Espanha.

Em síntese, La Casa de Papel: Parte 3 mantém o ritmo e o estilo das temporadas anteriores, dobrando a aposta no que diz respeito aos perigos que o grupo de bandidos precisa enfrentar para atingir seus objetivos. A tensão é quase palpável a todo momento, o que garante a diversão do público. Além, claro, de aparições para lá de especiais que farão os fãs da série vibrar.

Veja a crítica completa abaixo:

Comentários