Cenapop
Tablóide

‘Consegui atenção para as minhas imperfeições’, diz mulher de vídeo que mostra retoques feitos no Photoshop

Redação Publicado em 05/11/2013, às 13h56 - Atualizado às 14h06

A modelo Sally Gifford Piper, de Nova York, ficou muito famosa após aceitar posar e gravar um vídeo — muito compartilhado nas redes sociais no final do mês passado (veja abaixo) — para mostrar como a imagem das mulheres são retocadas para passar uma imagem de perfeição.

Em entrevista ao Entertainment Tonight, a modelo revelou que está determinada a lutar por mais espaço para modelos “fora do padrão” nas revistas, jornais e outros meios de comunicação.

“Fico muito irritada com a pressão por um ideal de beleza, a maioria não se parece com essas mulheres perfeitas. É preciso haver uma celebração para todos os tipos de corpos, de todos os tamanhos e formas. Precisamos ter mais variedade e estou determinada a lutar por isso”, disse Sally.

O vídeo foi feito pelo marido da modelo, Tim Piper, para o site GlobalDemocracy.com, e atraiu a atenção do mundo inteiro para a causa. O objetivo principal do casal é fazer com que as modelos não sejam obrigadas a aceitarem retoques em todas as fotos de um ensaio.

“Consegui atenção para a coisa certa. Em vez de chamar a atenção por ser perfeita, as pessoas deram atenção para as minhas imperfeições. Não há pressão nisso”, revelou.

Tim Piper ficou surpreso com a explosão do vídeo, já que a campanha foi ao ar em 2012.

“Eu tinha alguns milhares de visualizações, e agora parece que o universo está de olho em nós. E então o telefone [ligação de um canal de TV] tocou”, disse.

“É muito bom ver que está na mídia, mas fico muito nervoso ao mesmo tempo. É exposição pura para a Sally. Então eu conversei com ela e disse; ‘espero que você não se importe, muito em breve milhões de pessoas vão ver você com pouca roupa’”, lembrou.

A modelo disse que a exposição global está sendo muito positiva.

“Estou sempre aprendendo a me amar, a ser livre e a viver bem comigo mesma. Não vou me pressionar para alcançar um ideal de beleza surreal”, completou Sally.

Comentários