Cenapop
NETFLIX

Away (Netflix, 2020) | Crítica

Hilary Swank encabeça elenco de Away, nova série de ficção científica da Netflix
Hilary Swank encabeça elenco de Away, nova série de ficção científica da Netflix - Reprodução/Netflix

Redação Publicado em 06/09/2020, às 21h34

Away, nova série da Netflix que estreou na última sexta-feira (04/09), tem vários nomes de relevo em sua produção -- a começar pelo diretor do episódio-piloto, Edward Zwick, responsável por filmes intensos como Diamante de Sangue (2006), O Último Samurai (2002) e Lendas da Paixão (1994), só para ficar em alguns exemplos.

Na frente das câmeras também há pedigree: Away é estrelada por ninguém menos que Hilary Swank, atriz consagrada com dois Oscars (Meninos Não Choram, 1999, e Menina de Ouro, 2005).

Por ser uma série que se passa durante uma viagem a Marte, muita gente pode esperar ação e tensão. Elas existem, mas não por causa da travessia em si, mas sim por causa dos sentimentos e emoções da comandante da nave Atlas 1, Emma Green (interpretada por Swank).

Com problemas familiares, ela sofre por estar longe de seu marido (Josh Lucas) e sua filha adolescente. No entanto, a missão a qual serve não permite que ela volte para a Terra. Além disso, problemas com a tripulação acabam se somando à tensão em cima da comandante, que tenta resolver tudo e fazer com que todas as missões sigam em paz.

Veja a nossa crítica da série:

 

Comentários