NETFLIX

All of Us Are Dead, série de terror da Netflix, consolida a Coreia do Sul como polo do entretenimento

All of Us Are Dead estreou neste fim de semana na Netflix e já ganhou a atenção do público

Cena da série sul-coreana All of Us Are Dead, da Netflix - Foto: Reprodução / Netflix
Cena da série sul-coreana All of Us Are Dead, da Netflix - Foto: Reprodução / Netflix

Redação Publicado em 30/01/2022, às 20h51

Filmes e séries da Coreia do Sul vem ganhando cada vez mais espaço no streaming e no cinema, e isso acontece por uma razão muito simples: apoio governamental para a produção cultural no país.

"All of Us Are Dead", nova série de terror do país e que está agora na Netflix, é mais um exemplo de como os sul-coreanos vem dominando o mundo aos pouquinhos.

Ao beber diretamente da fonte de George A. Romero, considerado o pai do gênero de zumbis/mortos vivos, mas sem perder de vista as particularidades locais, a série consegue ser, ao mesmo tempo, fiel às produções mais antigas e entregar uma trama fresca, recheada de pontos que não encontraríamos em filmes e séries norte-americanas, por exemplo.

O enredo de "All of Us Are Dead" é o seguinte: na Coreia do Sul, um vírus se espalha e se tranforma em uma pandemia, fazendo com que as pessoas afetadas virem mortos-vivos. Isolados dentro de um colégio, professores e alunos tentam a todo custo evitar a invasão desses zumbis.

Uma série de situações, no entanto, colocam esses sobreviventes à prova. Será que eles vão resistir por muito tempo e evitar a contaminação, e portanto a morte certa? Paralelo a isso, estão os dramas e medos de cada um desses elementos.

É louvável que o governo da Coreia do Sul dê esse apoio para que as produções locais consigam ter alcance mundial. Quem sabe um dia, isso também acontece no Brasil, onde a indústria cultural foi completamente paralisada desde 2018 -- um prejuízo que será difícil reverter, mesmo com apoio do streaming. Veja a crítica completa no vídeo acima.

Comentários