FAMOSOS

Sean Penn gera polêmica ao criticar homens que usam saias: "Genes covardes"

Falas de Sean Penn foram consideradas exemplo de “masculinidade tóxica"

Sean Penn gera polêmica ao falar sobre "homens que se feminilizam" - Foto: Reprodução / IMDb
Sean Penn gera polêmica ao falar sobre "homens que se feminilizam" - Foto: Reprodução / IMDb

Redação Publicado em 28/01/2022, às 12h00

O ator Sean Penn fez uma controversa declaração durante uma entrevista para o site "Independent", nesta semana: ao ser questionado sobre uma recente fala em outro bate-papo com jornalistas, ele acabou reforçando uma posição considerada machista e recebeu críticas na web.

Na ocasião, Penn afirmou que "os homens na cultura americana se tornaram descontroladamente feminizados". Para justificar sua visão, ele disse: "Não acho que para sermos justos com as mulheres, devemos nos tornar elas".

Agora, na nova entrevista, Penn estava ao lado de sua filha, Dylan -- com quem está divulgando seu novo filme, "Flag Day", e se aprofundou em seu comentário. "Acho que os homens, na minha opinião, se tornaram bastante feminizados. Eu tenho mulheres muito fortes na minha vida que não tomam a masculinidade como um sinal de opressão em relação a elas", destacou o ator.

Ele ainda acrescentou, fazendo com que Dylan se mantivesse em silêncio e "olhasse para o nada", segundo o jornalista que comandou a entrevista para o jornal:

Acho que há muitos genes covardes que levam as pessoas a abrir mão de suas calças jeans e vestir uma saia.

Após a divulgação da entrevista na web, muitas pessoas deram sua opinião sobre as falas de Sean Penn na web, criticando o ponto de vista do ator de como os homens têm performado, ou não, a masculinidade. Uma usuária da rede social ainda afirmou que o artista parecer ter uma "masculinidade tóxica".

"Muitos de nós usamos jeans todos os dias e não nos preocupamos com o quão masculina ou não uma pessoa pode ser. Esse parece ser um problema do Sean Penn", postou um usuário pelo Twitter. "Não acredito que um homem de merd* notável tem opiniões de merd* sobre dinâmica/expressão de gênero... que loucura, quem poderia ter previsto isso?", disse mais um na mesma rede social.

Até o momento, o astro do filme "Milk: A Voz da Igualdade" -- em que interpretou Harvey Milk, um dos ativistas da causa LGBTQIA+ mais famosos dos Estados Unidos, e pelo qual venceu um Oscar em 2009 -- ainda não voltou a se manifestar sobre a repercussão dos comentários sobre suas falas mais recentes.

 

Briga intensa com o pai

Em agosto de 2021, Dylan Penn afirmou que passou duas horas brigando com o pai no set de filmagens de "Flag Day" --  o longa-metragem teve seu lançamento oficial na edição do Festival de Cannes do ano passado.

Em entrevista a Stephen Colbert, Dylan contou sobre ter se estranhado com o pai ao ser questionada se teve algum problema com o ator no set do longa:

"Nós tivemos uma grande… Acho que foi uma discussão de duas horas sobre um pedido dele. Foi uma discussão se eu deveria usar maquiagem ou não. Ele venceu. É o tipo de briga que um pai tem com sua filha quando ela tem 12 anos", disse.

Sthepen ainda perguntou: "Vocês foram para algum lugar privado para essa briga ou foi um bate-boca na frente da equipe?". A atriz afirmou: "Não, foi bastante pública."

O drama, que ainda não tem previsão para estrear no Brasil. Além de Dylan, seu irmão, Hopper Penn, também faz parte do elenco do filme.

Comentários