Cenapop
FAMOSOS

Robert De Niro está aceitando "qualquer papel" para custear gastos da ex-esposa, diz advogada

Ator de 77 anos estaria sendo "forçado" a trabalhar

Robert De Niro em cena de "O Irlandês", filme de 2019
Robert De Niro em cena de "O Irlandês", filme de 2019 - Foto: Reprodução / Netflix

Redação Publicado em 17/04/2021, às 15h10

Robert De Niro, um dos maiores atores da história do cinema norte-americano, estaria aceitando "qualquer papel" para conseguir custear os gastos de sua ex-esposa, Grace Hightower, de quem se divorciou definitivamente em 2018.

O ator de 77 anos enfrenta atualmente uma disputa judicial com Grace. De acordo com a advogada do artista, Caroline Krauss, ele tem aceitado trabalho como forma de levantar dinheiro para pagar a pensão de 1 milhão de dólares anuais que precisa depositar para a ex-mulher por força de decisão judicial.

Em um ofício enviado ao tribunal onde o processo tramita, Caroline foi categórica ao dizer que os altos valores da pensão de Grace estão levando o veterano ator à falência.

O jornal "Daily Mail" apurou que os gastos de cartão de crédito dela chegam a US$ 215 mil (R$ 1,2 milhão em cotação atual), além de outros US$ 160 mil dólares (R$ 850 mil) em dinheiro depositado diretamente na conta dela.

"De Niro tem 77 anos e apesar de amar seu ofício, não deveria ser forçado a trabalhar nesse ritmo prodigioso. Quando isso vai acabar? Quando ele terá a oportunidade de não aceitar todos os projetos que aparecem? Ou não trabalhar seis dias por semana, 12 horas por dia, simplesmente para acompanhar a sede de Hightower pela (grife) Stella McCartney?", disse a advogada no documento.

De Niro tem uma extensa carreira em Hollywood, sendo vencedor de dois Oscars (como coadjuvante por "O Poderoso Chefão: Parte II" e principal por "Touro Indomável"), além de outras cinco indicações de atuação.

Seu último filme foi "O Irlandês", que reeditou sua parceria com Martin Scorsese em 2019 e lhe rendeu cerca de US$ 5 milhões (R$ 27,9 milhões). De Niro foi indicado ao Oscar pelo filme, mas como produtor na categoria Melhor Filme.

Comentários