FAMOSOS

Rita Guedes revela que pegou Covid-19 e que ficou assustada com a doença: “Nunca tive nada parecido”

Atriz disse que se cuida e que tirou a máscara por alguns minutos para tomar café

Rita Guedes contou que contraiu Covid-19 após ir tomar um café com uma amiga - Foto: TV Globo/ João Miguel Júnior
Rita Guedes contou que contraiu Covid-19 após ir tomar um café com uma amiga - Foto: TV Globo/ João Miguel Júnior

Redação Publicado em 21/12/2020, às 07h08

A atriz Rita Guedes, de 48 anos, contou que testou positivo para o novo coronavírus e que ficou assustada com os sintomas da Covid-19.

Já recuperada da doença, ela contou que teve uma “dor de cabeça insuportável” e “muito cansaço” por dois longos dias:

“Eu tive sintomas por dois dias. No primeiro, foram mais fortes. Muito cansaço, uma dor de cabeça insuportável. Nunca tive nada parecido. Não tive febre nem falta de ar, mas sair da cama para ir ao banheiro já me cansava. Aí fui fazer o exame e deu positivo. Depois desses dois dias, não senti mais nada. Me cuidei bastante. Fiquei assustada, porque essa doença é uma incógnita, algo que a gente não conhece. Cada vez que recebo uma nova informação, procuro checar e passar para frente”, contou ela, à coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

Apesar de já ter feito um novo teste e de ter recebido resultado negativo, Rita contou que segue em quarentena.

“Infelizmente, as pessoas não levam a sério. A pandemia não acabou. Com outros vírus, a gente já sabe o que fazer e o que vai acontecer. Mas, com este, pode ter um quadro que evolua para uma situação muito grave. Ou não. Vai pagar para ver? Eu não quero. Se todas as pessoas tiverem essa mentalidade, a gente consegue erradicar com facilidade”, ponderou.

A atriz explicou que provavelmente contraiu Covid-19 durante uma rápida conversa com uma amiga.

“Eu estava em quarentena direto, me cuidando muito. Tenho um protocolo aqui em casa muito sério. Na única vez que resolvi tomar café num lugar, eu tirei a máscara e troquei umas palavras com uma amiga, que estava distante. Foram menos de dez minutos. Pelas contas, foi quando me contaminei. Tudo me leva a crer que foi nesse dia. Isso acendeu um alerta e falei com meus amigos. Às vezes a pessoa pensa: ‘Vou tirar a máscara para falar no telefone, é rapidinho’. Mas é exatamente nesse momento que a gente pode se contaminar. É um segundo mesmo de descuido. Quando peguei, comentei com meus familiares e todo mundo falou: ‘Rita, mas você é tão certinha, como pode?’. Foi um vacilo, uma besteira. A gente tem que respeitar esse vírus. É algo que mata e dá sequelas seríssimas”, alertou.

 

 

Comentários