FAMOSOS

Pedro Malta comenta sobre sua relação com Fábio Assunção, seu pai em Coração de Estudante: "Me ensinou muito"

Atualmente morando em Recife, Pedro disse que sempre torceu muito pela felicidade de Fábio

Ator relembrou com carinho a amizade que fez com Fábio nos bastidores da novela, quando tinha apenas oito anos - Reprodução/Instagram
Ator relembrou com carinho a amizade que fez com Fábio nos bastidores da novela, quando tinha apenas oito anos - Reprodução/Instagram

Redação Publicado em 11/01/2021, às 07h58

O ator Pedro Malta, 26, relembrou sua relação com Fábio Assunção, que interpretou seu pai na novela Coração de Estudante, em 2002. Atualmente morando em Recife, Pedro contou que está feliz em acompanhar a nova fase de Fábio, mesmo que seja de longe, em uma entrevista à Revista Quem. 

Pedro comentou que sempre torceu muito pela felicidade de Assunção, por quem guarda muito carinho: ""É um grande deleite saber que o Fábio está em uma fase tão boa, elevada e que reflete o que ele é em essência. Ele é uma pessoa incrível e pela qual eu tenho o maior respeito. Torço muito pelo crescimento dele a cada dia como ator, como homem e como pai. Acredito que ele só tem a trilhar caminhos cada vez melhores tanto na vida pessoal quanto profissional".

O jovem ainda relembrou também a amizade que fez nos bastidores com Fábio, quando tinha apenas oito anos: "A nossa relação era muito bonita. Ele assumiu realmente uma postura paternal comigo e me dava conselhos. Passou a ocupar um espaço de muito carinho no meu coração. Hoje, a nossa relação não é tão próxima como já foi, mas é dá própria vida. Muitas vezes a gente acaba pegando caminhos diferentes na vida".

"Eu acabei indo para outro caminho paralelo ao meio artístico. Esses distanciamentos acontecem, mas tenho certeza de que em um eventual encontro nosso, a gente se daria superbem. Tenho certeza que ele tem um carinho grande por mim. Já deu diversas provas disso". Pedro disse que Fábio foi um ator extrememante generoso com ele:

"Me ensinou muito neste começo de carreira. Sou incrivelmente grato a três pessoas nesse começo de carreira: ao Fábio, ao diretor Ricardo Waddingtone e a Paloma Riani, que foi a minha coach cênica. Eles ajudaram a cimentar a minha carreira".

Atualmente, Pedro tem se dedicado a outras áreas além da atuação, trabalhando como redator de TV, escrevendo seu primeiro roteiro de cinema. Ele se formou em Rádio e TV e está procurando uma editora para poder lançar seu primeiro livro. 

Comentários