FAMOSOS

O Clone: Thiago Oliveira, que interpretou Amin, relembra novela e fala sobre carreira de cineasta

Thiago Oliveira comenta sobre carreira em entrevista

Thiago Oliveira na novela "O Clone", á esquerda, e atualmente, á direita - Foto: Reprodução / TV Globo / Instagram @ithiagooliveira
Thiago Oliveira na novela "O Clone", á esquerda, e atualmente, á direita - Foto: Reprodução / TV Globo / Instagram @ithiagooliveira

Redação Publicado em 18/10/2021, às 10h14

O ator e cineasta Thiago Oliveira, que interpretou o pequeno Amin na segunda fase da novela "O Clone", que atualmente está sendo reprisada no "Vale a Pena Ver de Novo", cedeu uma entrevista para a coluna de Patricia Kogut, do jornal "O Dia", comentando um pouco sobre seu trabalho durante a novela, quando ele tinha apenas 4 anos de idade. Hoje, Thiago tem 33 anos.

“'O Clone' é uma novela que está sendo constantemente reprisada não só no Brasil. Ela passa no mundo inteiro. Então, até hoje, eu recebo mensagens dos mais variados países. Eu não sou muito ativo no Instagram, mas tento responder todas as mensagens. Quando elas vêm em russo ou árabe, peço ajuda ao tradutor", comentou ele, se divertindo.

O cineasta comentou como foi sua entrada para o elenco da trama. "Eu morava em São Paulo na época e estava me preparando para voltar para lá após alguns trabalhos no Rio. Foi aí que me chamaram de última hora. Tive uma semana para me preparar até as gravações. O personagem apareceu timidamente e acabou crescendo muito. O público adora o Amin", respondeu.

Durante a entrevista, ele foi questionado se voltaria para a carreira de ator, pois atualmente, ele segue a carreira de diretor. "Não sou ex-ator ou ex-ator mirim. Continuo sendo ator e tenho sentido vontade de fazer novos trabalhos nesta área. E isso é fundamental para a minha carreira como diretor. Quando eu estou no set com o elenco, consigo entender o que eles querem de uma forma mais clara, porque já estive do outro lado", disse o cineasta.

O último trabalho de Thiago como ator foi na novela "Araguaia", da TV Globo em 2011. Em 2015, ele abriu uma produtora e acaba de finalizar o seu primeiro longa, chamado "Se a vida começasse agora", que é estrelado por Caio Castro e Luiza Valdetaro. "Esse foi um projeto que assumimos de outra produtora e que já estava sem perspectiva. Refilmamos cerca de 70% das cenas em meados de 2019. A história, como o título já dá a entender, tem o Rock in Rio como elemento principal, por se tratar de um romance que se desenvolve ao longo dos festivais. Estamos em conversas com a equipe do festival para saber se lançaremos como uma parceria ou se ele (o festival) será apenas um pano de fundo. Ainda está em aberto também se lançaremos em streaming este ano ou no cinema, em, 2022", completou.

Comentários