FAMOSOS

Nubia Oliiver posa seminua e abre o jogo sobre prazer no sexo: “Gozar não é obrigação, é direito”

Modelo fez a temperatura subir ao postar clique caliente

Nubia Oliiver falou sobre sexo e disse que o orgasmo feminino é um direito - Foto: Reprodução/ Instagram@nubiaoiiver
Nubia Oliiver falou sobre sexo e disse que o orgasmo feminino é um direito - Foto: Reprodução/ Instagram@nubiaoiiver

Redação Publicado em 11/08/2021, às 06h01

Acostumada a falar sobre sexo, Nubia Oliiver fez a temperatura subir no Instagram falar sobre o prazer feminino na hora da transa.

Símbolo sexual nos anos 90 e recordista de capas de revistas masculinas, a modelo e influenciadora fez uma reflexão sobre o assunto e defendeu que “chegar ao orgasmo” não pode ser visto como uma “obrigação da mulher”.

“Gozar virou mais uma obrigação? Gozar não é obrigação, mas é o nosso direito. Tudo o que vira obrigação perde o brilho do prazer. Gozar não é (mais uma) obrigação da mulher, mas o desejo de gozar é um direito nosso”, começou ela.

“Vamos pensar na situação contrária: homens também podem gostar de outras expressões de prazer da intimidade sexual, como carinhos, beijos e afagos, mas quase sempre entram na relação sexual com o desejo e expectativa de gozar. Se não é pela penetração, se masturbam até chegar lá. Exatamente o mesmo vale para nós, mulheres”, continuou.

Nubia defendeu que é direito das mulheres gozar em todas as transas, assim como acontece com os homens:

“Podemos nos satisfazer com outras expressões de carinho, mas também podemos ter o desejo e a expectativa de gozar em todas as relações sexuais, seja por um estímulo do outro ou por um estímulo próprio. Ninguém questiona o fato do cara gozar em todas as relações, mas quando o assunto é a mulher entram as licenças (pouco) poéticas”, defendeu.

Ela acrescentou dizendo que o problema é antigo: “Tudo isso por quê? Porque ainda vivemos numa sociedade machista em que o orgasmo feminino não é prioridade de ninguém. Muitas mulheres não veem necessidade de gozar porque não foram educadas a desejar o orgasmo, e basicamente, a gente deseja o que aprende a desejar. A viagem é longa e a marcha é lenta!”, completou.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Nubia Oliiver (@nubiaoliiver)

 

Comentários