FAMOSOS

Mayra Cardi comenta participação de Arthur Aguiar no BBB 22: "Ele está preso, eu que estou solta"

Mayra Cardi garantiu que confiança é a base de seu relacionamento

Coach reatou casamento com Arthur no final de outubro do ano passado - Reprodução / Instagram
Coach reatou casamento com Arthur no final de outubro do ano passado - Reprodução / Instagram

Redação Publicado em 17/01/2022, às 09h03

Mayra Cardi falou sobre não se incomodar com a participação do marido, Arthur Aguiar, no Big Brother Brasil 22, que estreia nesta segunda-feira (17/01). A ex-BBB reatou o casamento com Arthur no fim de outubro do ano passado. 

Em conversa com a quem, em novembro, Mayra garantiu: "Eu já estive lá. Para mim, então, é minha casa, não tem problema nenhum. Eu vou estar olhando 24 horas. Ele está preso, eu que estou solta."

A coach ainda chegou a afirmar que a confiança está sendo a base de seu relacionamento. Antes de ser anunciado no reality, Mayra ainda disse: "Eu estou falando que ele dentro da casa está seguro. Hoje em dia, qualquer mentira tem perna curta, hoje em dia é um BBB ambulante". Já neste domingo (16/01), a ex-BBB publicou em seu Instagram uma mensagem de incentivo ao marido:

"Boa sorte, meu amor. Estou aqui fora te apoiando! Sim, eu acredito na sua transformação, acredito na transformação do ser humano, até mesmo porque se eu não acreditasse eu poderia trabalhar com qualquer outra coisa, menos com transformação. Se eu não acreditasse na transformação de dentro da minha casa, dentro da minha família eu não acreditaria no meu trabalho, eu seria uma farsa."

"Se eu não acreditasse na transformação do ser humano eu não acreditaria no poder de Deus! Muitas pessoas ‘dizem’ acreditar em Deus e no minuto seguinte enchem a boca para ditar regras", disse.

Antes de retomarem o relacionamento, Mayra e Arthur tiveram uma separação polêmica em 2020, quando a ex-BBB revelou relação abusiva com o ator, além de ter sido traída diversas vezes. Ao todo, foram 16 traições descobertas. Na ocasião, ela publicou um desabafo. "É muito mais fácil quando o abusador vem com cara de monstro, te estuprando, ou te batendo, assim fica mais fácil de identificar, e talvez fique mais fácil de correr também. Mas é muito difícil quando o abusador vem com cara de príncipe, com cara de coitadinho, educado, conquistador, abre a porta do carro, te dá flores."

"E aos pouquinhos você vai, não só caindo nos encantos, mas deixando de ser você, perdendo a sua personalidade, caindo cada vez mais nas mentiras, nas manipulações, nos quereres, e deixa de querer o que você gosta, quem é você", disparou. 

Comentários