Cenapop
FAMOSOS

Luiza Tomé comenta sobre a vida de solteira durante quarentena: "Pavor de beijar na boca e me contaminar com a saliva"

Luiza diz que tem pavor de pegar Covid e brinca com os amigos no telefone perguntando se estão usando máscara
Luiza diz que tem pavor de pegar Covid e brinca com os amigos no telefone perguntando se estão usando máscara - Reprodução/Instagram

Redação Publicado em 14/01/2021, às 09h00

A atriz Luiza Tomé, 59, conversou com o Gshow e falou sobre estar prestes a completar 60 anos em maio, além de se manter solteira durante a quarentena com medo de contrair a Covid-19.

Luiza é mãe de 3 filhos, Bruno (23) e os gêmeos Adriana e Luigi (17), de seu casamento com o empresário Adriano Facchini, que se divorciaram em 2012. Ela irá completar 60 anos no dia 10 de maio: "Hoje, os 60 são os antigos 40, né? Temos mais tecnologia em cremes e mais noção de alimentação certa e da importância da atividade física do que nossas mães". 

A atriz tinha o desejo de poder fazer uma festa para celebrar a nova década, porém, por conta do coronavírus, ela ainda afirmou que não vai deixar passar o aniversário em branco: "Só vou fazer aniversário no ano que vem, com a vacina". Luiza continua isolada em São Paulo com os filhos e a mãe de 87 anos, Maria Ione. A atriz conta que está se mantendo em casa, saindo apenas para o necessário:

"Somente agora que estou indo ao mercado. Passo os dias lendo, vendo série. Não quero sair de casa para não pegar a doença. Já saí muito, me diverti. Agora fico quieta de boa. Tenho tanto pavor de pegar a Covid que quando meus amigos me ligam, brinco perguntando se estão com máscara". 

Luiza ainda se mantém solteira durante a quarentena e diz que tem medo de contrair a Covid, afirmando que não quer beijar na boca e que tem recusado os convites para jantar: "Entrei na quarentena solteira, como faz? Só de pensar em beijar na boca e poder me contaminar com a saliva, tenho pavor! Tenho medo de pegar Covid. Beijar não tem a mínima possibilidade. Acho logo que vou ficar doente". 

Ela ainda segue segue um ritual diário para não peder a autoestima durante essa fase e diz que faz sua rotina de pele e que coloca uma roupa para ficar em casa para se sentir bonita e arrumada. 

Luiza já foi sex symbol dos anos 90 e diz que hoje em dia o título não representa mais nada para a atriz, que possui outras prioridades, como a paz de espírito: "A idade me deu mais calma. Senti realmente diferença quando fiz 54 anos e ainda bem que a velhice te dá experiência, poxa! Pelo menos alguma coisa boa ela tinha que te trazer. Hoje, fico de boa em casa". 

Comentários