FAMOSOS

Modelo diz que “levou um susto” ao ir à banca de jornal e se ver na capa da Playboy: “Foi muita sacanagem”

Gil Jung contou que revista lançou revista especial sem avisá-la

Gil Jung contou que levou um susto ao se ver na capa de um especial da revista Playboy - Foto: Reprodução/ Instagram@clubedavip
Gil Jung contou que levou um susto ao se ver na capa de um especial da revista Playboy - Foto: Reprodução/ Instagram@clubedavip

Redação Publicado em 22/01/2021, às 14h33

Dona de um corpo cheio de curvas, a modelo e empresária Gil Jung contou que levou um baita susto ao descobrir que estava na capa de um especial da revista Playboy – em uma revista lançada em dezembro de 2008.

Ao colecionador Lucas Hit, do Clube da Vip, ela explicou que havia posado para a revista meses antes juntamente com uma amiga, para fotos que estamparam as páginas internas da publicação, e que ficou surpresa ao ver, meses depois, que estava na capa de uma edição diferente.

“Eu fiquei ‘meio assim’ de assinar o contrato [para o primeiro ensaio]. Na época,  um monte de ‘global’ estampava a capa da revista. Minha amiga estava ali do lado. Então assinei. Eles [a Playboy] correram com as fotos e lançaram primeiro que a VIP”, contou Gil, relembrando a rixa entre as publicações.

Já o segundo ensaio, que foi uma ráplica do primeiro, segundo ela, chegou às bancas sem aviso, sem ela sequer receber uma ligação da editora.

“Tudo aconteceu sem eu saber [o lançamento da 2ª revista]. Isso serve de alerta para as meninas que estão começando hoje para tomarem muito cuidado com contratos. Na época eu não tinha ninguém para me auxiliar [...] e tive muito problema. Esse contrato que eu assinei com a Playboy dava direito de eles usarem as imagens como eles quiserem e por quanto tempo eles quiserem”, continuou.

“Meses depois, eu estava em uma banca de jornal e me vejo na capa dessa revista. Eu não fazia ideia, eles sequer falaram para a gente. E a revista ficou uns seis meses na banca, porque a revista especial ficava um bom tempo nas bancas, né… Cheguei na banca e levei um susto. Falei ‘como assim? Estamos na capa da Playboy especial’. Pagavam R$ 500 mil para as globais. A gente ganhou um cachê por um ‘recheio’ [o primeiro ensaio, páginas internas]. Foi muita sacanagem eles fazerem isso com a gente”, ponderou. 

*Lucas Hit é dono do Clube da VIP, parceiro do CENAPOP e está resgatando a história das revistas masculinas do país em uma série de entrevistas com as maiores musas do Brasil em seu Instagram e YouTube. Curta e inscreva-se para não perder nenhuma entrevista!

Comentários