FAMOSOS

Filha de Dias Gomes lembra ensaio nu para a Sexy: “Foi uma rebeldia”

Mayra Dias Gomes contou que posaria nua novamente caso fosse convidada

Mayra Dias Gomes falou sobre seu ensaio para a Sexy - Foto: Reprodução/ Instagram@mayradiasgomes
Mayra Dias Gomes falou sobre seu ensaio para a Sexy - Foto: Reprodução/ Instagram@mayradiasgomes

Redação Publicado em 20/01/2021, às 16h48

Filha do dramaturgo baiano Dias Gomes, a jornalista e escritora Mayra Dias Gomes – autora de Fugalaça (2007) e Mil e Uma Noites de Silêncio (2009), entre outras obras – contou que posou nua para a revista Sexy para demonstrar sua rebeldia.

“As pessoas me perguntam se eu me arrependi. Não me arrependo de ter posado nua, tenho o maior orgulho desse ensaio. Foi um momento na vida que eu estava me sentindo confortável e confiante para fazer algo desse tipo”, revelou ela, ao colecionador Lucas Hit, do perfil Clube da Vip, completando que o ensaio também foi uma forma de rebeldia.

“Também foi, de certa forma, uma maneira de dizer ‘eu não me importo, essa sou eu, oi, gente’. Uma rebeldia que eu sempre tive e que ninguém nunca conseguiu controlar”, continuou.

Na gravação, Mayra deu detalhes do ensaio e contou, entre outras coisas, que teve bastante medo de fotografar no famoso letreiro de Hollywood.

“A equipe da revista me pegou em casa e fomos para Las Vegas. Fomos de carro, de Los Angeles para Las Vegas, e começamos tirando foto no letreiro de Hollywood. Foi a primeira foto que eu tirei e eu estava passando mal de medo. Eu estava em dúvida, pensava ‘será que eu vou ter coragem’, ‘será que isso vai dar certo?’ eu pensei”, revelou.

“Primeiro fotografamos no letreiro, depois em um motel de beira de estrada bem louco, bem característico de filme. Posei pelada em estrada, deserto, linha do trem…”, continuou.

Cachê e facilidade com a nudez

“Acho que a Playboy costumava pagar mais, né? Mas o cachê da Sexy foi bom para mim porque eu tinha acabado de me mudar para Los Angeles e foi de grande ajuda”, explicou ela, revelando que toparia posar nua novamente, caso recebesse convite.

A jornalista revelou ainda que lida muito bem com a nudez.

“Para mim, lidar com a nudez é algo extremamente natural. Eu inclusive estava pensando nisso. Quando eu tinha 7 anos, achei uma Playboy em casa. Foi a primeira vez que eu vi. Criança, eu achava que era algo lindo. Para mim não era algo que era proibido. Era tipo ‘todo mundo tem um corpo nu’, nunca existiu tabu para mim”, completou.

Comentários