Cenapop
FAMOSOS

Cauã Reymond vai ajudar a recuperar bares e restaurantes prejudicados pela pandemia

Ator disse que ficou impressionado com corrente de solidariedade

Cauã foi anunciado embaixador da campanha
Cauã foi anunciado embaixador da campanha - Reprodução/Instagram

Redação Publicado em 06/11/2020, às 10h21

O ator Cauã Reymond está participando de uma ação beneficente, no qual foi anunciado embaixador da campanha em benefício da recuperação de bares e restaurantes, que foram atingidos pela pandemia. 

O Grupo Petrópolis criou um projeto chamado #GPComVc, cujo objetivo é apoiar os estabelecimentos e ajudá-los com os cuidados de segurança e higiene para que possam retornar às atividades. Em benefícios para os parceiros, entre eles, 500 baianas de Salvador, serão investidos R$ 40 milhões. 

Em entrevista à Quem, Cauã disse que irá ajudar nas iniciativas do grupo: "É uma ação muito importante para que os pequenos comerciantes não percam seus negócios, que na maioria das vezes são a única fonte de renda de suas famílias. É disso que precisamos nesse momento tão complicado em que vivemos, união". 

Cauã usou suas redes sociais, durante a pandemia, para estimular seus seguidores a ajudarem nas campanhas em que ele participou: "Eu participei de algumas campanhas e fiz doações individuais também. Assim como outros artistas, tentei mobilizar as minhas redes a ajudar o maior número de pessoas e fiquei muito impressionado com a corrente de solidariedade que se formou". 

O ator, que teve pneumonia leve após contrair a Covid-19, já voltou às gravações da novela Um Lugar ao Sol, no qual interpreta personagens gêmeos e um triângulo amoroso com a personagem da atriz Alinne Moraes. Ele afirmou à Quem: "Tenho saído pouco de casa, somente para trabalhar ou treinar. Fiz alguns trabalhos de publicidade durante os últimos meses, mas só voltamos a gravar a novela na última semana. Tem sido muito bom retomar a rotina de gravação, que segue todos os protocolos de segurança. Para mim tem sido um período de muita reflexão e cautela. É importante ter responsabilidade nesse processo de flexibilização até para podermos mantê-lo e para evitar ainda mais tragédias". 

 

Comentários