Cenapop
FAMOSOS

Bianca Andrade sobre machismo: "Mulheres potentes assustam homens machistas"

Empresária e influenciadora, Boca Rosa está grávida de seu primeiro filho com o youtuber Fred

Bianca participou do novo clipe do cantor Dilsinho recentemente
Bianca participou do novo clipe do cantor Dilsinho recentemente - Reprodução/Instagram

Redação Publicado em 07/06/2021, às 07h51

A empresária e influenciadora Bianca Andrade, conhecida como Boca Rosa, falou sobre romantismo e sobre ter enfrentado machismo, além de estar grávida do youtuber Fred, com quem terá seu primeiro filho, Cris

Ao falar sobre a busca por um final feliz em um relacionamento, ela afirma: "Sempre achei que esse final feliz que todo mundo falava e que via nos filmes não era para mim. Sempre fui muito independente, livre e achava que isso nunca combinaria com um romance até encontrar alguém que viesse para somar tanto como o Fred. Aprendemos juntos nosso jeito de amar e isso foi o que mais me conquistou."

Bianca prosseguiu: "Somos muito parceiros acima de tudo, nos parecemos muito e sim, vivemos um amor daqueles de dar uma série com direito a temporadas. Hoje formamos uma família linda, estamos ansiosos pela chegada do nosso baby e agradeço todos os dias por este final feliz que é só o começo". Durante a pandemia, a empresária, que conseguiu faturar um total de R$ 120 milhões com seus negócios em 2020, enfrentou muito machismo por ser bem-sucedida e independente: "Mulheres potentes assustam homens machistas. Sempre fui independente, dona das minhas vontades e desejos. Sempre deixei isso bem claro em todos os meus relacionamentos."

"Nunca dei espaço para homens questionarem o lugar que ocupo. E nunca devemos deixar homens questionarem nossos lugares. Graças a Deus dei a grande sorte de me relacionar com pessoas que sempre respeitaram muito isso, mas claro que já me deparei com esses olhares, julgamentos e questionamentos". Mãe de primeira viagem, a influenciadora conta que pretende criar Cris sem limitações de gênero, já que no chá-revelação, ela e Fred não revelaram o sexo do filho de maneira tradicional, como nas cores rosa e azul, e usaram o roxo:

"Eu e o Fred conversamos muito sobre isso. Pretendemos passar liberdade, respeito, equilíbrio e autenticidade. Claro que sempre idealizamos muitas coisas, mas quero que ele seja livre em todos os âmbitos da vida acima de tudo. Que ele possa se abrir, questionar, e que saiba que sempre poderá contar com a gente sempre para cada passo e cada escolha. Ele pode usar o que quiser, de verdade. Nossa conversa para o chá revelação foi justamente essa: não definirmos o fato do baby ser menino ou menina por uma cor que por padrão foi sinalizada por representar um gênero. O roxo era a nossa cor, representava muita coisa para gente e por isso escolhemos."

Bianca prosseguiu: "É sempre importante passar para um filho que o mais importante é ele se sentir bem, ser feliz, ser livre. Precisamos desde já quebrarmos esses tabus que precisam começar da desconstrução da cabeça dos pais para que a nova geração pense assim também. É um exercício que tem muito valor para o futuro". Ao ser questionada sobre o que Fred tinha de diferente para formarem uma família juntos, Boca Rosa afirma: "O fato de sermos livres, independentes e termos aprendido juntos uma nova maneira de ter um relacionamento com muito diálogo e parceria. Fomos vendo o que funcionava para a gente e assim construímos um amor de muita cumplicidade."

"Tivemos alguns altos e baixos antes de ficarmos juntos de verdade, mas isso também fez parte do nosso processo de amadurecimento. Foi necessário! É amor de verdade e, quando isso acontece e os dois estão certos do que querem, é fazer dar certo da melhor maneira possível. Brinco que morar com ele é como morar com um melhor amigo, por exemplo! Isso me faz ter a certeza de que a nossa família tem se formado da maneira mais linda possível", conta.

Comentários