CURIOSIDADES

Modelo do OnlyFans é detida após filmar conteúdo sexual em aeroporto

A modelo Siskaeee pode pegar até 18 anos de prisão

Siskaeee é detida após filmar conteúdo sexual em aeroporto - Foto: Reprodução / Instagram
Siskaeee é detida após filmar conteúdo sexual em aeroporto - Foto: Reprodução / Instagram

Redação Publicado em 06/12/2021, às 13h21

Conhecida como Siskaeee na plataforma de conteúdo erótico OnlyFans, a modelo foi presa após ser reconhecida como a autora de um vídeo sexual filmado em um aeroporto na Indonésia. A modelo pode ser condenada até 18 anos de prisão. Foi confirmado pela polícia local durante esta segunda-feira (06/12) que ela foi detida por ser a suspeita do vídeo.

No vídeo compartilhado, a modelo mostra os seios ao levantar sua blusa e depois levanta sua saia, começando a se masturbar para a câmera. Durante o vídeo, ainda é possível ver vários passageiros andando ao redor de Siskaeee, enquanto ela continua produzindo o conteúdo.

Em novembro deste ano, as cenas da modelo no aeroporto acabaram viralizando na web e foram reportadas para a polícia, que começou a investigar o caso na mesma hora. Siskaeee foi presa em no dia 04/12 em Bandung, cidade de Java, Indonésia, e está sendo mantida em custódia.

"A suspeita foi presa em uma estação de trem e foi detida. Ela foi levada imediatamente para a delegacia de Yogyakarta para ser legalmente processada por suas ações, que são consideradas violações da lei da pornografia e a Lei ITE", disse o porta-voz da polícia local.

Para o jornal "The Sun", Muharomah Fajarini, delegado local, comentou que a equipe do aeroporto diz que o vídeo foi feito em outubro decido a uma placa que aparece durante o vídeo, pois foi instalada recentemente no local. Ainda segundo Muharomah, o vídeo foi gravado no estacionamento do local, no segundo andar.

"É inapropriado, já que mostra os seios e as genitais da mulher em um local público. Aeroportos precisam ter segurança alta e esse tipo de comportamento vulgar não é permitido", destacou. Caso Siskaeee seja culpada, a modelo terá que enfrentar pena máxima de 12 anos pela Lei da Pornografia e ainda mais seis anos por infringir a Lei de Informações e Transações Eletrônicas. Até o momento, não há data para o resultado de sua sentença.

Comentários